Reserva Particular do Patrimônio Natural Feliciano Miguel Abdala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Reserva Particular do Patrimônio Natural Feliciano Miguel Abdala
Categoria IV da IUCN (Área de Manejo de Habitat/Espécie)
Vista da vegetação da RPPN
Localização  Minas Gerais,  Brasil
Localidade mais próxima Caratinga
Dados
Área 957 58 ha[1]
Criação 04 de setembro de 2001[1]
Gestão Fazenda Montes Claros
Coordenadas 19° 43' 38" S 41° 49' 17" O
Reserva Particular do Patrimônio Natural Feliciano Miguel Abdala está localizado em: Brasil
Reserva Particular do Patrimônio Natural Feliciano Miguel Abdala

Reserva Feliciano Miguel Abdalla é uma Reserva Privada do Patrimônio Natural situada no município de Caratinga, no distrito de Santo Antônio do Manhuaçue Ipanema, Minas Gerais.

Informações Gerais[editar | editar código-fonte]

A Reserva Particular do Patrimônio Natural Feliciano Miguel Abdala localiza-se no município de Caratinga, à margem esquerda do Rio Manhuaçu, na Bacia do Rio Doce. A sua área é de 957 hectares, formada por 80% de matas em bom estado de conservação e 20% em estado de regeneração. As terras estão na Fazenda Montes Claros. Se a reserva for somada às propriedades adjacentes à fazenda dará um total de 1.450 hectares de Mata Atlântica original. A fauna e a flora são ricas. Muitas aves e mamíferos ameaçados de extinção se encontram na região. Dentre esses se destaca o muriqui-do-norte.

Características[editar | editar código-fonte]

O clima da região é tipicamente quente. A topografia da região é montanhosa com altitudes variando entre 318m a 628. Abriga trechos de três córregos Matão, Jaó e Sapo. A reserva é marcada pela floresta mesófila. Encontram-se 362 espécies de vertebrados. São 79 espécies de mamíferos. No Rio Manhuaçu, há 19 espécies de peixes. A borboleta Heticonius nattereri, que se encontra na área está ameaçada de extinção.lá é um espaço geológico com secas no verão e invernos quentes, tem 4 espacies de macacos, prego, barbado e o muriqui que é o maior macaco da America Latina podendo atingir 70cm de altura

Histórico[editar | editar código-fonte]

A história da reserva florestal teve seu início com a compra da Fazenda Montes Claro por Feliciano Miguel Abdala, em 1944. Ao longo dos anos o proprietário insistiu em preservar a mata do terreno. Na década de 70,os pesquisadores começaram a se interessar pela área. A partir dos professores Álvaro Aguirre e Célio Vá Lie a reserva passou a se conhecida no meio científico. Em 1977, o professor Akira Nashimura começou a pesquisar sobre os muriquis. O doutor Russell Mittermeier apresentou a reserva à doutora Karen Strier que passou a estudar os muriquis-do-norte. Após a morte do proprietário, os herdeiros transformaram a área em reserva perpétua junto ao IBAMA (2001).

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Unidades de Conservação da Natureza é um esboço relacionado ao Projeto Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.