Restauração ecológica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Restauraçāo ecológica é definida como um processo de alteração intencional de um habitat para estabelecer um ecossistema definido, natural e histórico local. O objetivo deste processo é imitar a estrutura, a função, a diversidade e a dinâmica do ecossistema original (definição da Society of Ecological Restoration). O processo de restauração é induzido pelo homem para recuperar as condições ambientais (vegetação, flora, fauna, clima, água, solo e microorganismos) de um ecossistema perturbado; o qual deve contemplar a combinação de múltiplos conhecimentos científicos sobre a ecofisiologia das espécies vegetais, as características do solo, a dinâmica dos nutrientes no mesmo, a historia natural da localidade, o uso do solo tradicional, o impacto da transformação do sistema nas comunidades humanas que realizam seu aproveitamento e a importância econômica e social potencial das especies nativas, entre outros. O principal objetivo é gerar como resultado um sistema altamente diverso e similar, quanto a composição e estrutura, ao original. Este sistema deve ser auto-sustentável não somente em termos ecológicos, senão também sociais, pois pode constituir uma fonte de recursos econômicos para as comunidades vizinhas e se são utilizados por estas de maneira racional, poderão garantir sua conservação.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Eric S. Higgs 1997. What is Good Ecological Restoration? Conservation Biology 11(2):338
  • Jackson, L. L. N. Lopukine,N y Hillyard, D.1995.Ecological restoration:a definition and coments. Restoration Ecology 3:71-75
Ícone de esboço Este artigo sobre ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.