Reunião (ilha)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Reunião (França))
Ir para: navegação, pesquisa
Réunion
Reunião
Bandeira
Brasão de armas
Bandeira Brasão de Armas
Lema: "Île de France"
Hino nacional: A Marselhesa
Gentílico: Reunionês

Localização

Localização da França (de verde, na Europa) e de Reunião (a leste de Madagáscar).
Capital Saint-Denis
48°56′11″N 2°21′16″E
Cidade mais populosa Saint-Denis
Língua oficial Francês e crioulo.
Governo Região e departamento ultramarino da República Francesa
 - Presidente Didier Robert
 - Prefeito Michel Lalande
Dependência da França 
 - Ano desde 1638 
 - departamento francês desde 1948 
Área  
 - Total 2 510 km² 
 Fronteira Nenhuma
População  
 - Estimativa de 2009 816 364[1] hab. (n/a.º)
 - Densidade 304 hab./km² (n/a.º)
PIB (base PPC) Estimativa de 2008
 - Total US$ € 14 544 bilhões[2]  (n/a.º)
 - Per capita US$ 6200 (n/a.º)
IDH (2004) 0,870[3]  (35.º) – elevado
Moeda Euro (€, EUR) (4217)
Fuso horário (UTC+ 4)
Cód. telef. +262

Mapa

Reunião (em francês: Réunion) é um departamento francês no Oceano Índico, localizado a leste de Madagáscar. A ilha principal é uma das duas maiores Ilhas Mascarenhas, sendo o seu vizinho mais próximo a outra: a Maurícia. Reunião tem, no entanto, várias dependências, espalhadas em torno de Madagáscar, no Índico e no Canal de Moçambique. Sua capital é Saint-Denis.

Tem estatuto de região administrativa, assim como a Martinica, Guadalupe, a Guiana Francesa e a vizinha Maiote.

Antigas dependências[editar | editar código-fonte]

As seguintes ilhas e arquipélagos eram até 2007 dependentes de Reunião, sendo que foram transferidas para as Terras Austrais e Antárticas Francesas:

História[editar | editar código-fonte]

Saint-Denis, capital de Reunião.

Reunião foi visitada, embora não colonizada, por marinheiros europeus, árabes e polinésios, e foi reclamada pela primeira vez em 1644 pela Companhia Francesa das Índias Orientais, que levou à ilha colonizadores franceses e escravos africanos. Em 1764 a ilha passou a ser governada diretamente pela França, e as revoltas de escravos que se produziram propiciaram a fuga de muitos para o interior e o estabelecimento de seus próprios povoados. A ilha experimentou uma forte crise, quando a escravidão foi abolida a princípios do século XIX, e os franceses tiveram de importar mão de obra hindu que passaria a modificar a composição demográfica da ilha. Após a 2ª Guerra Mundial, Reunião passou ser Departamento francês, e desde os anos 1970 têm surgido pressões desde os partidos da esquerda para lograr uma maior autonomia para a ilha.

Política[editar | editar código-fonte]

A máxima autoridade da ilha é um Prefeito nomeado pela França, assistido pelos presidentes do Comitê Econômico e Social e do Conselho Geral. Na Assembléia Geral francesa a ilha está representada por três senadores e cinco deputados. Tem estatuto de região administrativa, assim como a Martinica, a Guadeloupe e a Guiana Francesa.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Imagem de satélite da Ilha da Reunião (NASA).

Geografia[editar | editar código-fonte]

Reunião, com uma extensão de 2510 km2, está situada no Oceano Índico, cerca de 800 km a leste de Madagascar. A ilha tem forma ovalada e está atravessada por duas zonas montanhosas principais: Cirques de Cilaos, Salazie e Mafate, e a zona vulcânica em volta do Piton de la Fournaise.

Economia[editar | editar código-fonte]

Com um PIB de € 14 544 bilhões[4] (2008), Reunião é uma das economias mais importantes do Oceano Índico.

Historicamente, a economia da ilha era baseada na agricultura e na produção de açúcar e rum. O cultivo de cana-de-açúcar ocupa 79% das terras agrícolas, o equivalente a 43 692 hectares.

Principais produtos de exportação são:

Outro fator importante é o turismo. A maioria dos turistas é de origem francesa e europeia.

Demografia[editar | editar código-fonte]

A população é formada, principalmente, de proprietários franceses de plantações, camponeses bretões, imigrantes africanos, trabalhadores indianos e comerciantes chineses.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Pix.gif Picos, circos e escarpas da Ilha da Reunião *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Piton des neiges vu de la plaine des cafres.jpg
Picos cobertos de neve vistos de um avião
País  França
Tipo Natural
Critérios vii, x
Referência 1317
Região** Europa e América do Norte
Coordenadas 21° 05′ S 55° 28′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 2010  (34ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

Duas importantes figuras do parnasianismo nascidos nesta ilha foram Léon Dierx e Leconte de Lisle.

Alguns artigos apreciados e procurados por quem visita a Reunião são os artesanatos em madeira, tecidos de brilhantes coloridos, telas bordadas nas lojas da capital, essências de flores em Chez Bonoit, Bégue e Guillaume-Saint Paul e espécies como a baunilha (especialmente no mercado de St. Paul).

O coração do Parque Nacional de Reunião foi inscrito como Patrimônio Mundial da UNESCO em 2010, como bem natural.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. INSEE - censo 2009 em francês
  2. epp.eurostat.ec.europa.eu
  3. L’Indice de Développement Humain : Une Évaluation pour la réunion (PDF) (em francês). Laboratoire d’Economie Appliquée au Développement (LEAD) Université du Sud Toulon-Var. Página visitada em 2008-12-10.[ligação inativa]
  4. epp.eurostat.ec.europa.eu


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikcionário Definições no Wikcionário
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons