Reviver o Passado em Brideshead

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Reviver o passado em Brideshead (no Brasil, Memórias de Brideshead), é um romance do escritor inglês Evelyn Waugh publicado em língua inglesa com o título Brideshead Revisited, the Sacred and Profane Memories of Capt. Charles Ryder em 1945.

Resumo da Obra[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Um livro delicioso sobre a doce melancolia dos tempos que já não voltam mais. Evelyn Waugh conseguiu, ao escrever Reviver o passado em Brideshead com incrível veracidade e subtil detalhe, captar o ambiente social dos Marchmain, uma família nobre inglesa, no período que antecede a II Grande Guerra.

Charles acaba por se afastar, casar e ser pai de dois filhos, mas o reencontro fortuito com outro Marchmain, desta vez a irmã mais velha de Sebastian, Julia, por quem agora se apaixona, leva-o de volta ao turbilhão de Brideshead. Reviver o passado em Brideshead é, pois, a história de uma intensa paixão de juventude que não pode ser revivida nunca mais...

É um livro que aborda, como questão de fundo: desde o amor de amizade, o amor conjugal e o amor a Deus.

Adaptação Televisiva[editar | editar código-fonte]

"Reviver o passado em Brideshead" foi, com enorme sucesso, adaptado em 1981 para uma série de televisão produzida pela Granada Television e realizada por Charles Sturridge e tendo como protagonistas Jeremy Irons no papel de Charles, Anthony Andrews como Sebastian Flyte, Laurence Olivier como Lord Marchmain, Claire Bloom como Lady Marchmain, Diana Quick como Julia Flyte e John Gielgud como pai de Charles. Para cenário da grande residência senhorial que dá título ao livro, foi escolhido o Castle Howard, um palácio rural barroco situado no Yorkshire.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.