Revolta de Carrancas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Revolta de Carrancas foi uma rebelião escrava ocorrida em 13 de maio de 1833, na freguesia de Carrancas, Minas Gerais.[1]

Figurar entre as maiores rebeliões escravas que ocorreu nas Minas Gerais, nas fazendas da família Junqueira, localizadas no curato de São Tomé das Letras, freguesia de Carrancas, na então comarca do Rio das Mortes. O processo-crime foi instaurado a partir da denúncia de Gabriel Francisco Junqueira, futuro barão de Alfenas, em virtude das mortes de seus familiares, executadas pelos escravos.

Referências

  1. Marcos Ferreira de Andrade. Negros rebeldes nas Minas Gerais: a revolta dos escravos de Carrancas (1833). Página visitada em 19/12/2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]