Revolução de 8 de Março

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Revolução Síria de Março
Data 8 de março de 1963
Local Síria Síria
Desfecho Derrubada de Nazim al-Kudsi
Estabelecimento do regime ba'athista
Combatentes
Síria Governo sírio Flag of the Ba'ath Party.svg Partido Baath da Síria
Exército da Síria
Marinha da Síria
Força Aérea da Síria
Principais líderes
Nazim al-Kudsi
Khalid al-Azm
Luai al-Atassi
Salah Jadid
Salah al-Din al-Bitar
Amin al-Hafiz
Nureddin al-Atassi
Hafez al-Assad

A Revolução de 8 de Março, também referida como Revolução de Março de 1963, foi um golpe de Estado ocorrido na Síria que foi seguido por um golpe militar bem sucedido do Partido Ba'ath no Iraque. O Comité Militar do partido baathista sírio conseguiu persuadir nasseristas e oficiais independentes a fazerem causa comum com eles, e realizaram com êxito um golpe militar com a instalação do Partido Baath ao poder no país.

O Conselho Nacional de Comando Revolucionário tomou o controle e atribuiu-se o poder legislativo, que designou Salah al-Din al-Bitar como chefe de um governo de "frente nacional" . O Baath participou neste governo, juntamente com o Movimento Nacionalista Árabe, a Frente Unida Árabe e o Movimento de Unidade Socialista.

O Baath moveu-se para consolidar o seu poder dentro do novo regime, expurgando oficiais nasseristas em abril. As perturbações subsequentes conduziram à queda do governo al-Bitar, e na sequência de um golpe fracassado dos nasseristas em julho, o Baath monopolizou o poder.

Cerca de 800 pessoas foram mortas durante a tomada de poder e outros 20 foram executados pouco tempo depois .[1]

Referências

  1. Derek Hopwood. Syria 1945-1986: Politics and society. Unwin Himan ltd., 1988: p.45.