Rhovanion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde outubro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Na ficção de J. R. R. Tolkien, Rhovanion era uma grande região mais ao norte da Terra-Média. O rio Anduin, fluía através dela, e a imensa Floresta Verde, mais tarde chamada de Floresta das Trevas, era parte desta região.

Rhovanion, propriamente falando, era o nome de uma pequena região ao leste da Floresta Verde, que posteriormente passou a ser o Reino de Rhovanion, mas o nome foi usado para toda a região na Terceira Era.

Na Primeira Era os elfos passaram através desta região durante a Grande Viagem e muito depois os Atanatári (Pais dos Homens), os seguiram. Rhovanion não é mencionada posteriormente até a Segunda Era, quando ela abrigou hostes de dois reinos dos elfos silvestres governados por senhores Sindar: O reino de Oropher ao norte da Floresta Verde e o reino de Amdír em Lórinand (ou Lothlórien).

A Planície de Batalha (ou Dagorlard) da Última Aliança entre Elfos e Homens contra a hoste de Sauron fica ao sul de Rhovanion, e nos Campos de Lis o rei de Arnor e Gondor, Isildur, filho de Elendil, foi morto.

Nos anos mais centrais da Terceira Era, foi um lugar muito populoso: ao norte estavam o reino de Erebor dos anões e o reino dos homens de Valle ao norte do Anduin ficava o Reino de Éothéod, e ao sul e ao leste da Grande Floresta Verde viveram os homens de Rhovanion. Ao norte da floresta viviam os elfos silvestres governados por Thranduil, e ao sul dela e depois do rio em Lórinand reinava Amroth e posteriormente Galadriel e Celeborn. Bem ao sul, perto das grandes cachoeiras de Sarn Gebir, vigiava a guarda mais ao norte de Gondor, e nos vales do Anduin viveram os Periannath (Hobbits).

Na Terceira Era, Rhovanion foi o palco de muitas guerras, quando os montadores de lobos vieram do leste e assaltaram o povo de Rhovanion até que todos os seus reinos fossem destruídos, e mais tarde, quando Sauron retornou, ele habitou Dol Guldur ao sul da Floresta Verde. A floresta tornou-se sombria, e teve seu nome mudado para Mirkwood. Os anões de Erebor e os homens de Dale foram destruídos e dispersados quando o dragão Smaug tomou Erebor, e Gondor retirou-se das cachoeiras. Alguns homens ainda viveram na floresta, notavelmente os Bëornings e os homens de Esgaroth. Os homens de Éothéod foram para o sul a convite de Gondor, e se estabeleceram na planície do Calenardhon (Rohan mais tarde).

No fim da Terceira Era, os reinos de Erebor e Dale foram restaurados como resultado da morte de Smaug na Batalha dos Cinco Exércitos, e Sauron foi expulso de MirkWood por Gandalf. Durante a Guerra do Anel ela foi invadida por forças de Sauron, e depois que Sauron foi derrotado Mirkwood foi limpa novamente, e renomeada para Eryn Lasgalen, ou "Floresta da Folhas Verdes". Algum tempo depois, na Quarta Era, Gondor, agora Reino Reunido, reivindicou boa parte dela.

Limites[editar | editar código-fonte]

Ao leste, o mar interno de Rhûn. Ao norte, as Ered Mithrin (Montanhas Cinzentas) e as Montanhas de Ferro, lar do anões. A oeste, as Hithaeglir, ou Montanhas Sombrias. Ao sul, a linha marcada pelo rio Limclaro, Anduin, as Emyn Muil, Dagorlad e as Ered Lithui.

Rios Importantes eram o Anduin ou Grande Rio, o Celduin e o Carnen. Também fazem parte da geografia dessa região o Grande Lago de Esgaroth.