Ricardo Drubscky

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ricardo Drubscky
Informações pessoais
Nome completo Sebastião Ricardo Drubscky de Campos
Data de nasc. 20 de janeiro de 1960 (55 anos)
Local de nasc. Belo Horizonte, (MG), Brasil
Informações profissionais
Clube atual Flag of None.svg Sem Clube
Posição Treinador
Times/Equipas que treinou
1986
1987–1988
1996
1996–1997
1997
1997
1997–1999
1999
1999–2001
2001–2002
2002–2003
2003
2008
2010–2011
2011
2011
2011
2012
2012–2013
2013
2014
2014
2014
2015
2015
Brasil Cruzeiro (prep. físico / Cat. de base)
Brasil Cruzeiro (prep. físico)
Equador Universidad Católica
Brasil Mamoré
Brasil América Mineiro
Brasil Democrata-GV
Brasil Villa Nova
Brasil Ipiranga de Manhuaçu
Brasil Atlético Mineiro
Brasil Araçatuba
Brasil Valério
Brasil Ipatinga
Brasil Botafogo-PB
Brasil Caxias
Brasil Ipatinga
Brasil Monte Azul
Brasil Tupi
Brasil Volta Redonda
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Joinville
Brasil Criciúma
Brasil Paraná
Brasil Goiás
Brasil Vitória
Brasil Fluminense
Última atualização: 20 de maio de 2015

Sebastião Ricardo Drubscky de Campos,[1] mais conhecido apenas por Ricardo Drubscky (Belo Horizonte, 20 de janeiro de 1960) é um dirigente esportivo, escritor e treinador de futebol brasileiro. Atualmente está sem clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Formado em Educação Física pela UFMG, iniciou sua carreira como preparador físico nas equipes de base do Cruzeiro em 1986 e entre 1987 e 1988 na equipe profissional do próprio clube mineiro, e no Club Deportivo Universidad Católica del Ecuador. Também foi auxiliar técnico em alguns clubes de Portugal e treinador de juniores em clubes do Japão[2] .

Na década de 2000, atuou como gerente e coordenador do departamento de futebol de equipes como Cruzeiro, Atlético Paranaense, Ipatinga, América Mineiro e Atlético Mineiro.

Como técnico, já atuou nas equipes profissionais do Esporte Clube Mamoré, América Mineiro, Democrata, Villa Nova, Ipatinga, Atlético Mineiro, Araçatuba, Valeriodoce, Botafogo (PB), Caxias do RS, Monte Azul, Tupi e Volta Redonda, sendo campeão paraibano em 2002 pelo Botafogo e pelo Tupi, em 2011, no Campeonato Brasileiro da Série D[3] [4] .

Ricardo Drubscky e o autor do livro: “O Universo Tático do Futebol – Escola Brasileira[5] ,

Em junho de 2012 passou a comandar o Clube Atlético Paranaense[6] , porém ficou por apenas duas partidas, virou auxiliar técnico e, após a demissão do novo técnico, Drubscky volta ao comando do time paranaense.[7]

Após mal início do Atlético no Campeonato Brasileiro de 2013, no dia 8 de julho de 2013, Ricardo Drubscky foi demitido do clube.[8]

Em 16 de dezembro de 2013 foi contratado pelo Criciúma como seu treinador para 2014.[9]

Comandou a equipe por sete jogos até 20 de fevereiro de 2014, quando foi demitido.[10]

Dias depois, Drubscky publicou carta aberta afirmando ter sido vítima do "imediatismo" do futebol brasileiro.[11]

Em 4 de abril foi contratado pelo Paraná,[12] porém rescindiu o vínculo onze dias depois,[13] e assumiu o comando técnico do Goiás em 16 de abril.[14] No final do ano, não teve o contrato renovado e deixou o clube. [15]

Em 15 de dezembro de 2014, o Vitória o contratou para a temporada 2015. Permaneceu até 9 de março de 2015 após doze 12 jogos (seis pelo Campeonato Baiano, quatro pela Copa do Nordeste e dois amistosos), obtendo um aproveitamento de 63%: 6 vitórias, 4 empates e 2 derrotas.[16]

Após a demissão de Cristóvão Borges, no dia 23/03/2015, Ricardo foi contratado como o mais novo técnico do Fluminense com a missão de tentar reerguer a equipe após o empate polêmico contra o Tigres do Brasil no Maracanã.[17] Em 20 de maio de 2015 foi demitido do Fluminense depois de ficar apenas oito jogos.[18]

Estatística[editar | editar código-fonte]

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Atlético-PR 34 19 10 5 65,6%
Joinville 16 7 5 5 43,8%
Criciúma 7 3 3 1 52%
Paraná 1 1 0 0 100%
Goiás 43 15 9 19 41,8%
Vitória 12 6 4 2 63%
Fluminense 8 5 0 3 62,5%

Títulos[editar | editar código-fonte]

Botafogo-PB
Tupi
Atlético Paranaense

Referências

  1. Sebastião Ricardo Drubscky De Campos Genea Minas
  2. Ricardo Drubscky é o novo técnico do Atlético Gazeta do Povo
  3. Ricardo Drubscky é o novo técnico do Atlético Portal Banda B
  4. Ricardo Drubscky é o novo técnico do Tupi Radialista Carlos Ferreira
  5. Universidade Aberto do Futebol Brasileiro
  6. Ricardo Drubscky é o novo técnico do Atlético Paranaense Portal CAP
  7. Atlético-PR troca Ricardo Drubscky por Jorginho VEJA
  8. Vice-lanterna, Atlético-PR demite Ricardo Drubscky após 13 meses
  9. Ricardo Drubscky é o novo técnico do Tigre Sítio oficial do Criciúma EC (15 de dezembro de 2013).
  10. Ricardo Drubscky sucumbe à pressão e é demitido pela diretoria do Criciúma globoesporte.com (20 de fevereiro de 2014).
  11. Em carta aberta, Drubscky atribui saída a ‘forças do mal’ e ‘imediatismo’ globoesporte.com (21 de fevereiro de 2014).
  12. Ricardo Drubscky é o novo técnico do Paraná Clube Sítio oficial do Paraná Clube (4 de abril de 2014).
  13. Drubscky não é mais treinador do Paraná Clube Sítio oficial do Paraná Clube (15 de abril de 2014).
  14. Ricardo Drubscky é oficialmente apresentado Sítio oficial do Goiás EC (16 de abril de 2014).
  15. Sem acordo para a renovar, técnico Ricardo Drubscky deixa o Goiás globoesporte.com (10 de dezembro de 2014).
  16. Com 61% de aproveitamento, Ricardo Drubscky é desligado do Vitória Globo Esporte (9 de março de 2015).
  17. [http://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/2015/03/ricardo-drubscky-e-novo-tecnico-do-fluminense.html Ricardo Drubscky é o novo treinador do Fluminense: "Ótima oportunidade"] Globo Esporte (24 de março de 2015). Visitado em 20 de maio de 2015.
  18. Após menos de dois meses, Ricardo Drubscky não é mais o técnico do Flu Globo Esporte (20 de maio de 2015). Visitado em 20 de maio de 2015.


Precedido por
Jorginho
Treinador do Atlético Paranaense
2012–2013
Sucedido por
Vágner Mancini
Precedido por
Claudinei Oliveira
Treinador do Goiás
2014
Sucedido por
Wagner Lopes
Precedido por
Ney Franco
Treinador do Vitória
2015
Sucedido por
Claudinei Oliveira
Precedido por
Cristóvão Borges
Treinador do Fluminense
2015
Sucedido por
Enderson Moreira