Ricardo II de Normandia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ricardo II
Duque de Normandia
Cônjuge Margaret Holland
Pai Ricardo I
Mãe Gunora da Normandia
Nascimento 23 de agosto de 970
Normandia,  França
Morte 28 de agosto de 1026 (56 anos)
Enterro Normandia

Ricardo II (23 de agosto de 970, na Normandia, França28 de agosto de 1026, na Normandia), chamado de O Bom (Francês: Le Bon), foi o filho mais velho e herdeiro de Ricardo I o Destemido e Gunnora.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ricardo sucedeu a seu pai como Duque de Normandia em 996, mas cinco anos de seu reinado foram gastos no condado de Rodolfo de Ivry na tentativa de acabar com uma revolta camponesa na região.[2]

Quando ele assumiu o poder, reforçou sua aliança com a capetianos, ajudando Roberto II de França contra o Ducado de Borgonha. Ele formou uma nova aliança com a Bretanha ao casar sua irmã Hawise com Godofredo I, Duque de Bretanha, além de seu próprio casamento com a irmã de Godofredo, Judite.

Ele também repeliu um ataque inglês contra a Península do Cotentin, liderada por Etelredo II de Inglaterra da Inglaterra. Ele foi um dos responsáveis pelas reformas nos monastérios normandos.

Conexões com a Inglaterra[editar | editar código-fonte]

Em 1013, a Inglaterra foi invadida pelos dinamarqueses e Etelredo II de Inglaterra fugiu com seu cunhado para Normandia. Seu casamento com Ema da Normandia, irmã de Ricardo, os fizera impopular entre o Ingleses.

Noruega[editar | editar código-fonte]

Em 1015, Olavo II da Noruega foi coroado rei. Antes disso, o príncipe Olavo viajou pela Inglaterra, acabando por passar pela Normandia com Ricardo já Duque. Em 881, essa região havia sido invadida pelos noruegueses. Como o Ricardo era um cristão fervoroso, o príncipe Olavo acabou por se batizar em Rouen.

Ricardo II (direita)

Casamentos[editar | editar código-fonte]

Ricardo tentou melhorar as relações com a Inglaterra através do casamento de sua irmã Ema da Normandia com o rei Ethelred, mas ela acabou por se tornar impopular entre o povo Inglês. No entanto, este casamento, mais tarde, deu a seu neto, Guilherme, o Conquistador, parte de sua pretensão ao trono da Inglaterra.

Ricardo casou-se primeiro em 996 com Judith da Bretanha (982-1017), filha de Conan I da Bretanha, com quem teve os seguintes filhos:

Sua segunda esposa foi Poppa de Envermeu, com quem teve os seguintes filhos:

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Diagrama baseado em informação disponível na Wikipédia

Referências

  1. Burke, John Bernard. The Royal Families of England, Scotland, and Wales, with Their Descendants, Sovereigns and Subjects. [S.l.: s.n.], 1852. ii–iii, Section V pp. ISBN 1115404474 Página visitada em 2010-11-08.
  2. Francois Neveux. A Brief History of The Romans. Constable and Robinson. 2008; p. 74
  3. Les Comtes Palatins de Bourgogne, Thierry Le Hête, Thierry Le Hête, 1ª Edição La Bonneville-sur-Iton, 1995, pg. 44.
  4. Inghels, Adhémar : Histoire des comtes de Flandre jusqu'à l'avènement de la Maison de Bourgogne 863-1384, P. Verbeke-Loys, 1843
  5. BAUDOUIN de Flandre ([980]-30 May 1035)
  6. Balduíno IV da Flandres "o Barbudo"
Portal A Wikipédia possui o portal:
  • Normandia