Richard FitzAlan, 10.° Conde de Arundel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Muito Honorável
O Conde de Arundel
10.° Conde de Arundel
8.° Conde de Surrey
A efígie de Richard Fitzalan e de sua segunda esposa Eleanor de Lancaster na Catedral de Chichester.
Conde de Arundel
Período 1331–1376
Predecessor Edmund FitzAlan, 9.° Conde de Arundel
Sucessor Richard FitzAlan, 11.° Conde de Arundel
Conde de Surrey
Período 1347–1376
Predecessor John de Warenne, 7.° Conde de Surrey
Sucessor Richard FitzAlan, 9.° Conde de Surrey
Esposas Isabel le Despenser
Eleanor de Lancaster
Descendência
Edmund
Richard FitzAlan, 11.° Conde de Arundel
John FitzAlan, 1.° Barão de Arundel
Thomas Arundel
Joan de Bohun, Condessa de Hereford
Alice Holland, Condessa de Kent
Eleanor
Família FitzAlan
Pai Edmund FitzAlan, 9.° Conde de Arundel
Mãe Alice de Warenne
Nascimento 1306
Sussex
Morte 24 de janeiro de 1376 (70 anos)
Sussex
Enterro Catedral de Chichester
Brasão

Richard FitzAlan, 10.° Conde de Arundel e 8.° Conde de Surrey[a] (Sussex, ca. 1306 – Sussex, 24 de janeiro de 1376) foi um nobre inglês e líder militar medieval.

Família e infância[editar | editar código-fonte]

Richard nasceu aproximadamente em 1306, em Sussex, Inglaterra. Era o filho mais velho de Edmund FitzAlan, 9.° Conde de Arundel, e de sua esposa Alice de Warenne.[a] Seus avós maternos eram William de Warenne e Joan de Vere. William era o único filho de John de Warenne, 6.° Conde de Surrey (ele próprio filho de Maud Marshal por seu segundo casamento), e sua esposa Alice de Lusignan (m. 1356), meia-irmã de Henrique III da Inglaterra.[1]

Aliança com os Despensers[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1321, o pai de FitzAlan aliou-se aos favoritos do rei Eduardo II, Hugh le Despenser, 1.° Conde de Winchester e seu filho homônimo, e Richard se casou com Isabel le Despenser, filha de Hugh, o Jovem. A sorte voltou-se contra o partido de Despenser, e em 17 de novembro de 1326, o pai de FitzAlan foi executado, e as propriedades e títulos pertencentes a ele foram confiscados pela Coroa inglesa.[2]

Restauração gradual[editar | editar código-fonte]

Contudo, as condições políticas mudaram por volta de 1330, e ao longo dos anos que se seguiram, Richard foi gradualmente readquirindo o título de Conde de Arundel, bem como as grandes propriedades que seu pai tinha em Sussex e em Marcas galesas.

Além disso, em 1334 foi nomeado Justiciar do Norte do País de Gales (mais tarde o seu mandato neste cargo foi tornado vitalício), Grão Xerife de Caernarvonshire e governador do Castelo de Caernarfon. Foi um dos defensores mais confiáveis de Eduardo, o Príncipe Negro, no País de Gales.

Campanhas militares[editar | editar código-fonte]

Apesar de seus altos cargos no País de Gales, nas décadas seguintes, Arundel passou muito de seu tempo lutando na Escócia (durante a Segunda Guerra de Independência da Escócia) e França (durante a Guerra dos Cem Anos). Em 1337, Arundel foi nomeado Comandante em conjunto do Exército inglês no Norte, e no ano seguinte se tornou o único comandante.

Vitórias notáveis[editar | editar código-fonte]

Em 1340 lutou na Batalha de Sluys, e depois no cerco de Tournai. Depois de um curto período como Guardião das Marcas escocesas, retornou para o continente, onde lutou em uma série de campanhas, e foi nomeado tenente em conjunto da Aquitânia em 1340.

Arundel era um dos três principais comandantes ingleses na Batalha de Crécy. Passou grande parte dos anos seguintes em várias campanhas militares e missões diplomáticas.

Em uma campanha de 1375, no final de sua vida, destruiu o porto de Roscoff.

Grande fortuna[editar | editar código-fonte]

Em 1347, Arundel sucedeu o Conde de Surrey (ou Warenne), o que aumentou ainda mais a sua grande riqueza. (Ele, contudo, só usou o título adicional depois da morte da condessa de Surrey em 1361). Emprestou grandes somas de dinheiro para o rei Eduardo III, mas mesmo assim ao morrer, deixou uma grande herança.

Casamentos e filhos[editar | editar código-fonte]

Em 9 de fevereiro de 1321, na mansão real Havering-atte-Bower, Richard FitzAlan, o herdeiro do Conde de Arundel, se casou com Isabel le Despenser.[3] Isabel tinha apenas oito anos de idade na época, enquanto que Richard tinha quinze.[4]

Richard e Isabel tiveram um filho, Edmund FitzAlan, nascido em 1327, e em 1331 Richard tornou-se Conde de Arundel. Porém, em dezembro de 1344 Richard FitzAlan conseguiu que seu casamento fosse anulado, alegando que ele nunca havia consentido livremente em se casar com Isabel e que ambos renunciaram seus votos na puberdade, mas foram "forçados mediante ameaça física a coabitarem, de modo que um filho nasceu".[4] Isabel mudou-se para uma das várias casas em Essex, dadas a ela por seu ex-marido. Richard logo a seguir se casou com Eleanor de Lancaster, com quem aparentemente estava tendo um caso.[4] O único filho de Richard e Isabel, Edmund FitzAlan, foi declarado ilegítimo em decorrência desta anulação e considerado incapaz de herdar o condado de seu pai.

Em 5 de fevereiro de 1344, na igreja de Ditton, Stoke Poges, Buckinghamshire, Richard FitzAlan se casou com Eleanor de Lancaster. Os filhos do segundo casamento foram:

Nome Data de nascimento Data de morte Notas
Richard FitzAlan, 11.° Conde de Arundel 1346 21 de setembro de 1397 Casou (1) Elizabeth Bohun, (2) Philippa Mortimer
John FitzAlan, 1.° Barão de Arundel ca. 1348 16 de dezembro de 1379 Casou com Eleanor Maltravers (Mautravers)
Thomas Arundel 1353 19 de fevereiro de 1414 Arcebispo da Cantuária
Joan de Bohun, Condessa de Hereford 1347 7 de abril de 1419 Casou com Humphrey de Bohun, 7.° Conde de Hereford
Alice Holland, Condessa de Kent ca. 1350 17 de março de 1416 Casou com Thomas Holland, 2.° Conde de Kent
Mary  — 29 de agosto de 1396 Casou com John Le Strange, 4.° Lorde Strange de Blackmere
Eleanor 1356 ca. 1366

Os atuais Duques de Norfolk descendem de Mary, Duquesa de Norfolk, filha e co-herdeira de Henry FitzAlan, 19.° Conde de Arundel; o 19.° Conde descende de John FitzAlan, 1.° Barão de Arundel.

Morte e legado[editar | editar código-fonte]

Richard morreu em 24 de janeiro de 1376, em Sussex, Inglaterra.[5] Em seu testamento, ele mencionou seus três filhos sobreviventes de sua segunda esposa, suas duas filhas sobreviventes Joan, Condessa de Hereford e Alice, Condessa de Kent, seus netos de seu segundo filho John, etc, mas deixou de fora o único filho de seu primeiro casamento, Edmund.

Os túmulos de Richard FitzAlan e de sua segunda esposa, Eleanor de Lancaster, estão na Catedral de Chichester.

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

a. ^ Os Condes de Arundel foram numerados de forma diferente, dependendo se é aceito que os sete primeiros condes possuíam arrendamento enfitêutico sobre as terras de Arundel. Richard FitzAlan foi o terceiro membro da família FitzAlan a ser definitivamente denominado de Conde de Arundel. É portanto, considerado às vezes como o 3.°, 8.° ou 10.° Conde.[1] [6]
b. ^ Seus pais se casaram em 1305, depois que seu pai, inicialmente, ter sido multado por se recusar a casar com Alice em 1304; o noivado tinha sido organizado pelo avô de Alice, o Conde de Surrey, que era seu curador. O único filho do Conde de Surrey, William, morreu em 1286, e sua filha Alice se tornou a herdeira aparente do condado Warenne.[7]

Referências

  1. a b Cokayne (1910–1959), pp. 241–242.
  2. Burtscher (2008), p. 28.
  3. Given-Wilson (1991), p. 2.
  4. a b c Higginbotham, Susan. Divorce Medieval Style .
  5. Outra fonte diz que ele escreveu o seu testamento em 5 de dezembro de 1375, e morreu em 14 de janeiro de 1376 no Castelo de Arundel. (em inglês)
  6. Fryde (1961), p. 415.
  7. Burtscher (2008), p. 15.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Wikisource  "Arundel, Earls of". Encyclopædia Britannica (11th). (1911). Ed. Chisholm, Hugh. Cambridge University Press. 

  • Michael Burtscher. The Fitzalans: Earls of Arundel and Surrey, Lords of the Welsh Marches (1267–1415). Glasgow: Logaston Press, 2008. ISBN 1-904396-94-1.
  • George Cokayne. The Complete Peerage of England, Scotland, Ireland, Great Britain and the United Kingdom. Londres: The St. Catherine Press, 1910–1959. vol. i.
  • Given-Wilson, Chris (2004). "Fitzalan, Edmund, second earl of Arundel (1285–1326)". Oxford Dictionary of National Biography. Oxford: Oxford University Press. DOI:10.1093/ref:odnb/9529. 
  • Ancestral Roots of Certain American Colonists Who Came to America Before 1700 by Frederick Lewis Weis, Lines: 8-31, 17-30, 21-30, 28-33, 60-32, 97-33
  • Susan Higginbotham. "Divorce Medieval Style" 25 de outubro de 2005. Web blog.
  • E. B. Fryde. Handbook of British Chronology. 2ª. ed. Londres: Royal Historical Society, 1961.


Richard FitzAlan, 10.° Conde de Arundel
FitzAlan
Nascimento: ca. 1306 Morte: 24 de janeiro de 1376
Pariato da Inglaterra
Precedido por:
Edmund FitzAlan
Conde de Arundel
1331–1376
Sucedido por:
Richard FitzAlan
Precedido por:
John de Warenne
Conde de Surrey
(1.ª criação)
1347–1376