Richard Martin Willstätter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Richard Martin Willstätter Medalha Nobel
Química
Nacionalidade Alemanha Alemão
Nascimento 13 de agosto de 1872
Local Karlsruhe
Morte 3 de agosto de 1942 (69 anos)
Local Locarno
Atividade
Campo(s) Química
Instituições Universidade de Munique, Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, Universidade Humboldt de Berlim, Sociedade Kaiser Wilhelm
Alma mater Universidade de Munique
Orientador(es) Alfred Einhorn e Adolf von Baeyer
Prêmio(s) Medalha Adolf von Baeyer (1914), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1915), Prêmio Faraday (1927), Prêmio Willard Gibbs (1933)

Richard Martin Willstätter (Karlsruhe, 13 de agosto de 1872Locarno, 3 de agosto de 1942) foi um químico alemão.

Recebeu o Nobel de Química de 1915.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Estudou na Universidade de Munique, onde obteve seu doutorado em 1894, por seu trabalho sobre a estrutura da cocaína. Foi professor assistente de química orgânica nessa Universidade, de 1902 a 1905, trabalhando com Adolf von Baeyer em Munique, enquanto continuava investigando a estrutura dos alcalóides, sintetizando vários deles.

Entre 1905 e 1912 foi professor na Universidade de Zurique, começando a trabalhar sobre a clorofila. Descobriu a sua estrutura, assim como a semelhança entre esta e a hemoglobina do sangue. Foi professor da Universidade de Berlim (1912 - 1915), onde suas investigações revelaram a estrutura de muitos pigmentos de flores e plantas, e diretor do Instituto Kaiser Wilhelm (1912-1916). Quando a Primeira Guerra Mundial interrompeu suas pesquisas, dedicou sua atenção, junto com Fritz Haber, ao desenvolvimento de uma anti-gás.

Foi laureado com o Nobel de Química de 1915, por pesquisas pioneiras sobre os pigmentos vegetais, especialmente a clorofila.

Em 1916 Willstatter sucedeu Baeyer como professor em Munique. Durante a década de 1920 pesquisou os mecanismos das reações das enzimas. Considerava as enzimas como substâncias químicas nãoprotéicas, teoria sustentada até 1930.

Sendo judeu, demitiu-se do seu posto em Munique como protesto pelas pressões anti-semitas. Continuou seus trabalhos de forma privada, primeiro em Munique e, desde 1939 na Suíça.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Theodore William Richards
Nobel de Química
1915
Sucedido por
Fritz Haber


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.