Richard Norris Williams

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
R. Norris Williams
Informações pessoais
Nome completo Richard Norris Williams II
Apelido "Dick" Williams
Modalidade tênis
Representante Estados Unidos
Nascimento 29 de janeiro de 1891
Genebra, Suíça
Nacionalidade Estados Unidos estadunidense
Falecimento 2 de junho de 1968 (77 anos)
Bryn Mawr, Pensilvânia

Richard "Dick" Norris Williams II (29 de janeiro de 1891 - 2 de junho de 1968) foi um jogador de tênis estadunidense que se destacou principalmente na década de 1910. É também lembrado por ser um dos sobreviventes da tragédia do naufrágio do RMS Titanic, ocorrido em 1912[1] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Genebra, onde desenvolveu seu jogo, Williams é lembrado por uma tragédia. Em 15 de abril de 1912, viajava com seu pai, Charles Duane Williams, na primeira classe do RMS Titanic, quando este se chocou contra um iceberg. Pouco depois do impacto, Williams liberou a um passageiro barrado rompendo uma porta, pelo que foi repreendido por um comissário que o ameaçou com multa por ter destruído uma propriedade da White Star Line. Esse episódio inspirou uma das cenas do filme "Titanic" de James Cameron. Williams permaneceu no barco quase até o final do naufrágio, quando nadou até um bote salva-vidas. Ali permaneceu afundado até os joelhos em águas geladas durante 6 horas até ser resgatado pelo RMS Carpathia. A tragédia deixou suas pernas tão severamente danificadas que o médico recomendou amputá-las, mas Williams se recusou a deixar e quatro meses depois, estava jogando o US Championships.

Serviu ao Exército dos Estados Unidos (US Army) durante a Primeira Guerra Mundial, na França, quando após os combates recebeu as medalhas Croix de Guerre e a Legião de Honra.

Após aposentar-se da carreira de tenista, dedicou-se ao mercado financeiro na Pensilvânia e foi presidente da Sociedade Histórica da Pensilvânia.

Foi só após a publicação de "A Night to Remember", um livro de 1955 sobre a catástrofe do Titanic, que Williams tornou-se familiarizado com o seu autor Walter Lord. Em 1962, Williams encontrou-se com Lord e fez um relato detalhado do naufrágio. Embora tenha sido relatado que o pai, entre outros, foi esmagado pela chaminé caindo para a frente, e que ele escapou por pouco que o destino, Williams não menciona isso em sua conversa com Lord[2] .

Carreira[editar | editar código-fonte]

Estudando na Universidade de Harvard, consagrou-se campeão universitário em 1913 e 1915. Ainda em 1913, Williams foi convocado para a equipe norte-americana do Desafio Internacional de Tênis, perdendo um dos jogos disputados. Na final, venceram ao Reino Unido e Williams venceu Charles Dixon e, com a série já definida, perdeu para James Parke[3] . Nesse mesmo ano, chegou à final do US Championships, onde perdeu para Maurice McLoughlin em 4 sets.

Em 1914, conquistou seu primeiro título no US Championships, vencendo em uma emocionante final a McLoughlin por 6-3 8-6 10-8, onde Williams contou com um maravilhoso controle de bola. Reconquistou o título em 1916, vencendo na final a Bill Johnston.

Williams capitaneou o time norte-americano no Desafio Internacional de Tênis entre 1921 e 1926, conquistando o título enquanto esteve na função[3] . Não só foi o capitão, mas também participou como jogador de duplas nas finais de 1923, 1925 e 1926, ganhando suas três partidas, uma junto a Bill Tilden e as outras duas com Vincent Richards[3] . Em duplas, foi finalista do US Championships em cinco ocasiões, entre 1921 e 1927, conquistando dois títulos. Também foi finalista de duplas em Wimbledon em 1920.

Conquistou a medalha de ouro em duplas mistas nos Jogos Olímpicos de Paris de 1924[1] . Nesta competição, quase tombou: "Eu tinha o tornozelo torcido e sugeri à minha companheira, Hazel Wightman, abandonar o jogo. Ela me disse para ficar na rede, que ela correria por mim"[4] . Funcionou (6-2 6-3 sobre Marion Jessup-Vincent Richards), mesmo ele tendo 34 anos e ela 37. Norris Williams continuou jogando o US Championships até 1935, quando com 44 anos, superou apenas a primeira rodada. Mantem-se como o quinto jogador com mais triunfos no torneio, junto com John McEnroe.

Foi incluso no International Tennis Hall of Fame em 1957[1] .

Torneios de Grand Slam[editar | editar código-fonte]

Campeão em simples (2)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Oponente na final Resultado
1914 US Championships Estados Unidos Maurice McLoughlin 6-3 8-6 10-8
1916 US Championships Estados Unidos Bill Johnston 4-6 6-4 0-6 6-2 6-4

Finalista em simples (1)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Oponente na final Resultado
1913 US Championships Estados Unidos Maurice McLoughlin 4-6 7-5 3-6 1-6

Campeão em duplas (3)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Parceiro Oponentes na final Resultado
1920 Wimbledon Estados Unidos Chuck Garland Reino Unido Algernon Kingscote
República da Irlanda James Parke
4-6 6-4 7-5 6-2
1925 US Championships Estados Unidos Vincent Richards Austrália John Hawkes
Austrália Gerald Patterson
6-2 8-10 6-4 11-9
1926 US Championships Estados Unidos Vincent Richards Estados Unidos Alfred Chapin
Estados Unidos Bill Tilden
6-4 6-8 11-9 6-3

Finalista em duplas (4)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Parceiro Oponentes na final Resultado
1921 US Championships Estados Unidos Watson Washburn Estados Unidos Vincent Richards
Estados Unidos Bill Tilden
11-13 10-12 1-6
1923 US Championships Estados Unidos Watson Washburn Reino Unido Brian Norton
Estados Unidos Bill Tilden
6-3 2-6 3-6 7-5 2-6
1924 Wimbledon Estados Unidos Chuck Garland Estados Unidos Frank Hunter
Estados Unidos Vincent Richards
3-6 6-3 10-8 6-8 3-6
1927 US Championships Estados Unidos Bill Johnston Estados Unidos Frank Hunter
Estados Unidos Bill Tilden
8-10 3-6 3-6ç

Campeão em duplas mista (1)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Parceira Oponentes na final Resultado
1912 US Championships Estados Unidos Mary Kendall Browne Estados Unidos Eleonora Sears
Estados Unidos William Clothier
6-4 2-6 11-9

Referências

  1. a b c Richard N. Williams - International Tennis Hall of Fame. Página visitada em 3 de setembro de 2010.
  2. Walter Lord - The Night Lives On (1986), William Morrow & Company, ISBN 0688049397
  3. a b c Biografia no site da Copa Davis. Página visitada em 3 de setembro de 2010.
  4. Wallechinsky, David (2004). The Complete Book of the Summer Olympics, Toronto: Sport Classic Books. ISBN 1-894963-34-2