Richard Terrile

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Richard Terrile
Astronomia
Naturalidade Estados Unidos Estadunidense
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 22 de Março de 1951 (63 anos)
Local New York, EUA
Atividade
Campo(s) Astronomia
Instituições Jet Propulsion Laboratory
Alma mater Universidade Estadual de Nova York em Stony Brook
Instituto de Tecnologia da Califórnia
Conhecido(a) por Sondas Voyager I e II
Influência(s) Tobías C. Owen

Richard J. Terrile (n. 1951) é um astrônomo estadunidense e foi um dos cientistas que participou do projeto da sonda Voyager, o qual descobriu várias luas de Saturno, Urano, e Netuno. Ele atualmente trabalha no Jet Propulsion Laboratory da NASA.

Vida[editar | editar código-fonte]

Terrile nasceu em 22 de Março de 1951. Passou a juventude em Flushing, no Queens, na cidade de Nova York. Estudou na Universidade Estadual de Nova York em Stony Brook onde se formou com dupla licenciatura, em Física e Astronomia. Fez o doutorado em Planetologia no Instituto de Tecnologia da Califórnia aonde trabalhou em um telescópio de 5 metros no observatório Palomar. Foi discípulo de Tobías C. Owen. Na década de 80 participou como astrônomo na missão das sondas Voyager I e Voyager II onde fez vários descobrimentos. Já trabalhou em vários projetos da NASA no estudo de planetas extrassolares.

Descobertas[editar | editar código-fonte]

  • Em Outubro de 1980 descobriu nas fotografias tiradas pela Voyager I o satélite natural Atlas, que orbita Saturno na borda exterior do anel A.
  • Ainda em 1980, descobriu o satélite natural saturniano Telesto, que possui uma órbita excêntrica no anel F do planeta.
  • Em 1984 descobriu um disco protoplanetário de gás e poeira orbitando a estrela Beta Pictoris.
  • Em 20 de Janeiro de 1986, através das imagens obtidas pela Voyager II, sua equipe descobriu os satélites naturais uranianos Ofélia e Cordélia.
  • Em 1989, quando a Voyager II aproximou-se de Netuno, a equipe de Terrile descobriu os satélites naturais neptunianos Náiade e Talásia.
Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.