Rick Derringer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rick Derringer
Rick Derringer.jpg
Derringer em 1974.
Informação geral
Também conhecido(a) como Rick Derringer
Nascimento 5 de agosto de 1947 (67 anos)
Origem Fort Recovery, Ohio
País  Estados Unidos
Gênero(s) Hard rock, blues-rock, pop, Christian rock
Ocupação(ões) Guitarrista .Cantor
Instrumento(s) Guitarra
Período em atividade 1965 - presente
Outras ocupações Músico, compositor, produtor musical
Afiliação(ões) The McCoys, Edgar Winter, "Weird Al" Yankovic, All Starr Band
Página oficial http://www.rickderringer.com

Rick Derringer nome artístico de Richard Zehringer (Fort Recovery, Ohio, 5 de agosto de 1947) é um guitarrista e cantor norte americano. Atualmente faz parte do All Starr Band, de Ringo Starr, ex-beatle.

Carreira[editar | editar código-fonte]

1960[editar | editar código-fonte]

Quando tinha dezessete anos, sua banda The McCoys gravou "Hang on Sloopy" no verão de 1965, que se tornou a número um, batendo até mesmo Yesterday dos Beatles. [1]

Depois de iniciar o McCoy, Rick mudou o nome da banda para "Z Rick Combo", em seguida, "Rick e os Caçadores". Depois de gravar "Hang On Sloopy", foi decidido que o nome original era melhor, e os McCoys tivesse renascido.

Uma das primeiras oportunidades para que todos possam vê-los tocar "ao vivo" veio quando eles abriram para os Rolling Stones em 1966 toda a American Tour.

1970[editar | editar código-fonte]

Derringer também gravou e tocou com uma versão da banda de Johnny Winter, também teve uma bem sucedida carreira solo, e sua versão solo de "Rock and Roll, Hoochie Koo" foi sucesso. Participou também das bandas "Edgar Winter's White Trash" e "Edgar Winter Group" comandadas por Edgar Winter, irmão de Johnny Winter gravando grandes sucessos com "Free Ride", "Frankeinsein" e "Keep Playin' That Rock And Roll". Depois gravou bastante com Steely Dan, tocando guitarra em canções como "Show Biz Kids" e "Chain Lightning". Derringer apareceu num álbum de Alice Cooper, Killer de 1971, tocando o solo em "Under My Wheels."[2] .

1980 e 1990[editar | editar código-fonte]

Durante a década de 80, ao mesmo tempo que se dedicava a carreira solo, Derringer expandiu seu trabalho como produtor descobrindo artistas como "Weird Al" Yankovic e Manson Ruffner. Ele ainda tocou guitarra no segundo disco da banda Second Condor na música "Thank God To Rock N' Roll". Ele também tocou em muitos discos de Yankovic; na faixa Eat it, parodia de Beat It, Rick toca o solo como uma homenagem/paródia de Eddie Van Halen. Rick Derringer aparece no disco Lick It Up do KISS tocando guitarra solo na música Exiter, apesar de sua participação não estar creditada. Em 1986 ele co-escreveu e gravou os vocais para a música "Calm Inside a Storm" de Cindy Lauper, fazendo parte também da sua banda de apoio de 1986 à 1992.

2000[editar | editar código-fonte]

Em 2002 Rick Derringer lançou o disco Free Ride, no qual realizou algumas experiências com o Jazz. Durante os anos seguintes Derringer iria se dedicar a fazer discos de Rock Cristão inclusive mudando letras de algumas de suas músicas como Rock N' Roll Hoochie Koo e Still Alive And Well, sendo reescritas com o auxílio de sua esposa Jenna Derringer para que tenham conteúdo cristão.

Discografia Solo[editar | editar código-fonte]

  • All American Boy (1973)
  • Spring Fever (1975)
  • Guitars and Women (1979)
  • Face To Face (1980)
  • Good Dirty Fun (1983)
  • Back to the Blues (1993)
  • Electra Blues (1994)
  • Rock and Roll Hoochie Koo, The Best of Rick Derringer (1996)
  • Tend the Fire (Lançado apenas na Europa) (1997)
  • King Biscuit Flower Hour (1998)
  • Blues Deluxe (1998)
  • Live In Japan (1998) (Com Edgar Winter)
  • Guitars And Women (1998) - CD release with bonus tracks
  • Rick Derringer & Friends - Live with Edgar Winter, Ian Hunter (singer), Dr. John, Lorna Luft, Hall & Oates (1998)
  • Jackhammer Blues (2000)
  • Free Ride (2002)
  • Live at Cheney Hall (2006) (também disponível em DVD)
  • Rockin' American (2007)
  • Knighted by the Blues (2009)
  • The Three Kings of the Blues (2010)
  • Rock spectacular. Live at the Ritz 1982 (2010) (também disponível em DVD)

Referências