Rifampicina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estrutura química de Rifampicina
Rifampicin 3D 1i6v.png
Rifampicina
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
 ?
Identificadores
CAS 13292-46-1
ATC J04AB02
PubChem 5360416
DrugBank APRD00207
ChemSpider 4529237
Informação química
Fórmula molecular C43H58N4O12 
Massa molar 822.94 g/mol
Farmacocinética
Biodisponibilidade 90 a 95%
Metabolismo Hepático e parede intestinal
Meia-vida de 6 a 7 horas
Excreção 15 a 30% renal
60% fecal
Considerações terapêuticas
Administração Oral, via intravenosa
DL50  ?

A rifampicina é um antibiótico bactericida que age ligando-se e inibindo a RNA polimerase dependente de DNA nas células procarióticas, porém não nas eucarióticas.[1]

Ela é um dos agentes antituberculosos ativos mais conhecidos, e é também efetiva contra a maioria das bactérias gram-negativas e gram-positivas.

Ela entra nas células fagocíticas e pode, portanto, destruir microorganismos intracelulares, incluindo o bacilo da tuberculose.

A resistência pode se desenvolver rapidamente em um processo de uma etapa que se acredita ser causado por modificação química da RNA-polimerase microbiana dependente de DNA, resultando de uma mutação cromossômica.

A Rifampicina provoca coloração alaranjada da urina.

Uma mutação cromossómica da RNA polimerase é uma das causas de desenvolvimento de resistência a este antibiótico.

Referências

  1. Masters, Susan B.; Trevor, Anthony J.; Katzung, Bertram G.. Katzung & Trevor's pharmacology (em inglês). New York: Lange Medical Books/McGraw Hill, Medical Pub. Division, 2005. ISBN 0-07-142290-0
Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.