Rimini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Agosto de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Rimini
[[Imagem:Rimini Montage.jpg|250 px|none|]]
Localização de Rimini
País  Itália
Região Flag of Emilia-Romagna.svg Emília-Romanha
Província Rimini
Área
 - Total 134 km²
População
 - Total 135 886
    • Densidade 1013/km2 
Código Postal cap = 47900 Bellariva, Rimini, Rivabella, Rivazzurra, San Fortunato, San Giuliano a Mare, Santa Aquilina; 47811 Viserba, Viserbella; 47812 Torre Pedrera; 47831 Miramare di Rimini
Código ISTAT 099014
Comunas limítrofes Bellaria-Igea Marina, Coriano, Riccione, San Mauro Pascoli (FC), Santarcangelo di Romagna, Verucchio
Prefixo telefônico 0541
Fiscal H294
Orago padroeiro São Gaudêncio

Rimini é uma comuna italiana da região da Emília-Romanha, província de Rimini, com cerca de 136.000 habitantes. Estende-se por uma área de 134 km², tendo uma densidade populacional de 1013 hab/km². Faz fronteira com Bellaria-Igea Marina, Coriano, Riccione, San Mauro Pascoli (FC), Santarcangelo di Romagna, Verucchio.[1] [2] [3]

Está localizada no Mar Adriático, entre os rios Marecchia (antigo Ariminus) e Ausa (Aprusa). Navegação costeira e pesca são indústrias tradicionais e, ao lado de Riccione, é provavelmente o mais famoso local de visitas beira-mar da Riviera, entre os Italianos. A temperatura média do mês de janeiro é de +4,1 graus, a do mês de julho é de + 24,4 graus.

História Antiga[editar | editar código-fonte]

Ponte de Tibério (27 d.C.).

Em 268 aC, na foz do rio Ariminus, numa área que havia sido anteriormente habitada pelos etruscos, os úmbrios, os gregos e os gauleses, a República Romana fundou a colônia de Arimino, provavelmente por causa do nome do rio próximo, Arimino (hoje, rio Marecchia). A cidade era tida como um bastião contra os gauleses invasores e também como uma ponta-de-lança para conquistar a planície de Padana. Rimini estava numa junção de estradas conectando a Itália central (Via Flamínia) e o norte da Itália (Via Emília, que levava à Piacência e à Via Popília) e ela também permitia o comércio fluvial e marítimo.[4]

No século VI aC, ela foi tomada pelos gauleses. Após a derrota final deles em 283 aC, ela retornou para os úmbrios e se tornou, em 263 aC, uma colônia latina muito útil para os romanos durante a última das guerras gálicas.[4]

A cidade foi envolvida nas guerras civis, mas permaneceu fiel ao partido popular e seus líderes, primeiro Mário e depois Júlio César. Após ter cruzado o Rubicão, este fez seu lendário apelo às legiões no fórum de Rimini.[4]

A cidade atraiu a atenção de diversos imperadores romanos, incluindo Augusto, que fez muito pela cidade, e Adriano em particular. Este grandioso período em sua história foi personificado pela construção de prestigiosos monumentos como o Arco de Augusto, a ponte de Tibério, o anfiteatro.[4]

A crise no mundo romano foi marcada pela destruição causada pelas invasões e pelas guerras, mas também pelo testumunho de palácios de oficiais do império e as primeiras igrejas, o símbolo da difusão do Cristianismo, que realizou o importante Concílio de Rimini na cidade em 359 dC.[4]

Referências

  1. Statistiche demografiche ISTAT (em italiano). Dato istat.
  2. Popolazione residente al 31 dicembre 2010 (em italiano). Dato istat.
  3. Istituto Nazionale di Statistica (em italiano). Statistiche I.Stat.
  4. a b c d e Wikisource-logo.svg "Rimini" na edição de 1913 da Catholic Encyclopedia (em inglês)., uma publicação agora em domínio público.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rimini
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Itália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.