Rinoceronte-negro-ocidental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaRinoceronte-negro-ocidental
Crânio de rinoceronte-negro-ocidental

Crânio de rinoceronte-negro-ocidental
Estado de conservação
Status iucn3.1 EX pt.svg
Extinta [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Infraclasse: Placentalia
Ordem: Perissodactyla
Família: Rhinocerotidae
Género: Diceros
Espécie: D. bicornis
Subespécie: D. b. longipes

O rinoceronte-negro-ocidental ou rinoceronte-negro da África Ocidental (Diceros bicornis longipes) foi a subespécie mais rara de rinoceronte-negro (Diceros bicornis). Em setembro de 2011 foi considerado como subespécie extinta pela IUCN[1] . Esteve uma vez estendido na savana do centro-oeste da África, mas a população diminuiu devido à caça predatória[2] .

Descrição[editar | editar código-fonte]

O rinoceronte-negro-ocidental media de 3 a 3,8 metros de largura, tinha uma altura de 1,4 a 1,7 metros e pesava de 800 a 1 350 quilogramas[2] . Tinham dois chifres, o primeiro media desde 0,5 até 1,3 metros e o segundo de 2 a 55 centímetros[2] . Como todos os rinocerontes negros, podia ser encontrado na savana.

O rinoceronte-negro-ocidental foi alvo proeminente de caçadores no início do século 20, mas a população cresceu nos anos 30 depois que medidas de preservação foram tomadas. Os esforços preservacionistas, no entanto, declinaram ao passar do tempo, assim como o número de rinocerontes-negros-ocidentais. Em 1980, a população era de centenas. Não se sabia de nenhum animal cativo, mas se acreditava em 1988 que em torno de 20 ou 30 eram mantidos para fins de reprodução. A caça ilegal continou, e em 2000 era estimado que apenas 10 animais sobreviveram. Em 2001, o número diminuiu para 5.

Um dos motivos mais fortes para a extinção da espécie reside na abrangência da caça ilegal, e na ineficiência dos esforços para prevenção da prática. O rinocerente-negro-ocidental foi avistado pela última vez em 2006, no Camarões. Foi oficialmente declarado extinto em 2011.

Referências

  1. a b Rinoceronte negro ocidental é declarado extinto (em português). iG (10 de novembro de 2011). Página visitada em 28 de julho de 2013.
  2. a b c Diceros bicornis longipes (em inglês). The Extinction Website (18 de dezembro de 2008). Página visitada em 28 de julho de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre perissodáctilos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.