Rio Largo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Rio Largo
Bandeira desconhecida
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Aniversário 13 de julho de 1915 (99 anos)
Fundação 10 de dezembro de 1830 (183 anos)
Gentílico riolarguense
Lema Rio Largo uma cidade melhor para tudo
Prefeito(a) Toninho Lins (PSB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Rio Largo
Localização de Rio Largo em Alagoas
Rio Largo está localizado em: Brasil
Rio Largo
Localização de Rio Largo no Brasil
09° 29' 41" S 35° 51' 12" O09° 29' 41" S 35° 51' 12" O
Unidade federativa  Alagoas
Mesorregião Leste Alagoano IBGE/2008[1]
Microrregião Maceió IBGE/2008[1]
Região metropolitana Maceió
Distância até a capital 27 km
Características geográficas
Área 309,425 km² [2]
População 73,120 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 0,24 hab./km²
Altitude 130 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,643 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 333 860,917 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 956,44 IBGE/2008[5]
Página oficial

Rio Largo é um município brasileiro do estado de Alagoas. Locaiza-se a 27 km da capital estadual e é a segunda cidade mais populosa da Região Metropolitana de Maceió, e quarta maior do Estado, estimada em 68.512 habitantes, segundo estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2010.

Fundado em 10 de Dezembro e com 99 anos Rio Largo é de grande valor e respeito e varias localidades para visitar não é atoa que ganhou o quarto lugar de uma das melhores de Alagoas.

A história de Rio Largo é, em seus primórdios, a mesma de Santa Luzia do Norte. A estrada de ferro, que não passava em Santa Luzia do Norte, fez com que fosse direcionado o desenvolvimento para o local, às margens da ferrovia, onde foram instaladas indústrias têxteis pertencentes à Companhia Alagoana de Fiação e Tecidos.

O nome Rio Largo originou-se de um engenho de açúcar existente no local onde o rio Mundaú apresenta maior largura. No fim do século XIX foram fundadas duas unidades para a industrialização das fibras têxteis, em trechos de pequenos encachoeiramentos do rio Mundaú, favoráveis àquele tipo de atividade fabril. É válido ressaltar, também, nesse período, o surgimento da Usina Leão, que começou a moer em julho de 1894 e tornou-se, à época, uma das maiores do setor em toda a América Latina.

O município de Rio Largo foi criada por decreto de 10 de dezembro de 1830. O desenvolvimento do pólo industrial acarretou, em 13 de julho de 1915, a elevação à categoria de cidade, através da lei 696. Apesar de sua origem recente, Rio Largo deu a Alagoas filhos ilustres como Arnon de Mello e Luiz de Souza Cavalcante, ambos ex-governadores do Estado.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Rio Largo é tropical litorâneo úmido, com sol nos meses de setembro até maio, da primavera até o verão, com temperatura variando em torno de 19 °C à 32 °C. E com chuva e temporais nos meses de junho até agosto, do outono até o inverno, com temperaturas variando em torno de 15 °C à 26 °C. A umidade relativa do ar é de 79,2% e o índice pluviométrico é 1.410 mm/ano.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Rio Largo apresenta vegetação herbácea (gramíneas) e arbustiva (poucas árvores e espaçadas). Além destas, Rio Largo possui também a Mata Atlântica. Essas vegetações estão associadas a um sistema regulado de chuvas.

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Aeroporto
  • Gustavo Paiva
  • Mata Rolo
  • Cruzeiro do Sul
  • Planalto Central
  • Centro
  • Lourenço de Albuquerque
  • Cucaú
  • Utinga
  • Cucaú 2
  • Alto da Palmeira
  • Cucaú 3
  • alto do São Miguel
  • Brasil Novo
  • Usina Santa Clotilde
  • Alto do Ginásio
  • Bairro nosso,
  • Mutirão

Fenômeno[editar | editar código-fonte]

Na tarde do dia 11 de março de 2010, abalos sísmicos foram sentidos por moradores de Rio Largo. O tremor de 2,3 graus na escala Richter atingiu, também, outras cidades do interior de Alagoas e de Pernambuco.

Política[editar | editar código-fonte]

O atual (2013/2016) prefeito de Rio Largo é Antônio Lins (PSB)

A Câmara Municipal (2013/2016) é composta por dez vereadores:

  • MAURICIO PINTO (PR)
  • ROBERTO MENEZES (PSB
  • THALES DINIZ (PSB)
  • MARCIO SANTOS (PSD)
  • RUFINO (PSDB)
  • ALEX MADEIRA (PP)
  • MIMA (PSB)
  • JEFFERSON ALEXANDRE (PPL)
  • BETA DO BRASIL NOVO (PRTB)
  • ISMAEL FERREIRA (PRTB)

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 04 de setembro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Alagoas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.