Rio Tigre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Tigre
Mapa da bacia do rio Tigre e rio Eufrates
Comprimento 1.900 km
Nascente Montes Tauro
Foz Shatt al-Arab
País(es) da
bacia hidrográfica
 Turquia
 Iraque
 Síria
 Irã

O rio Tigre ou Tígris[1] (em árabe دجلة, Dijla, em turco: Dicle; na Bíblia Hiddekil) é o mais oriental dos dois grandes rios que delineiam a Mesopotâmia, junto com o Eufrates, que corre desde as montanhas de Anatólia através do Iraque. De fato, o nome "Mesopotâmia" significa terra entre os rios.

O Tigre tem 1.900 km de extensão. Nasce nos Montes Tauro da Turquia oriental e corre geralmente para sudeste até unir-se ao rio Eufrates, próximo a Al Qurna no sul do Iraque. Os dois rios formam o canal de Shatt al-Arab, que desemboca no Golfo Pérsico. Neste rio desembocam muitos afluentes, como o Diyala e o Zab.

Bagdá, a capital iraquiana, situa-se na margem oeste do Tigre, enquanto que a cidade portuária de Bassora localiza-se junto ao rio Shatt al-Arab. Na antiguidade, muitas das grandes cidade da Mesopotâmia situavam-se junto a algum desses dois rios, ou pelo menos próximas a eles, aproveitando suas águas para irrigar a civilização suméria. Entre as cidades mais importantes do Tigre encontravam-se Nínive, Ctésifon e Seleúcia, enquanto que a cidade de Lagash estava irrigada pela água do Tigre através de um canal construído em 2400 a.C. Tikrit também se encontra junto ao rio, tanto que seu nome está baseado no do próprio rio.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. http://www.guerramkt.com.br/pdf/gr91.pdf
  1. Tá Na Bíblia - Bíblia Online - Texto registrado em Gênesis.