Rio Coa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Rio côa)
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Côa
Rio Côa junto à Ponte de São Roque em Castelo Bom, Almeida
Comprimento 135 km
Nascente Serra das Mesas (Sabugal)
Altitude da nascente 1175 m
Foz Rio Douro (Vila Nova de Foz Côa)
Altitude da foz 130 m
Área da bacia 2.521 km²
País(es)  Portugal

Rio Coa1 (AO 1945: Rio Côa) é um rio português que nasce nos Fóios (Sabugal), mais concretamente na Serra das Mesas, a 1.175 m de altitude, próximo da Serra da Malcata. Percorre cerca de 135 km até desaguar na margem esquerda do rio Douro, perto de Vila Nova de Foz Côa, a 130 m de altitude. É dos poucos rios portugueses que efectuam um percurso na direcção Sul-Norte.

O rio Côa percorre a zona raiana do distrito da Guarda, as Terras de Riba-Côa. Tem um clima marcadamente mediterrânico. A zona de Riba-Côa é dominada por bosques, pinhais, fortalezas (castelos), planaltos e fantásticas paisagens típicas da Beira Interior.

Cidades na zona de Riba-Côa: Pinhel, Sabugal, Meda.


Origem do topónimo[editar | editar código-fonte]

Do latim Cuda posteriormente Coda, com possível origem no pré-celta kut (javali) ou no basco kuto (porco). Está na origem de transcudano, que é relativo a Ribacôa (adjetivo), natural ou habitante de Ribacôa (nome) ou antigo povo da Lusitânia (nome no plural).

Arte pré-histórica[editar | editar código-fonte]

Nas margens do Côa situa-se um importante núcleo de gravuras de arte rupestre. O sítio foi classificado pela UNESCO na sua lista de Património Mundial em 1998.

Referências

Machado, José Pedro (1993). Dicionário Onomástico e Etimológico da Língua Portuguesa. Lisboa: Horizonte.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.