Rio de Janeiro Vôlei Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio de Janeiro Vôlei Clube
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Unilever volei rio.png
Unilever Vôlei
Nome fantasia Unilever Vôlei
Alcunhas Azul, branco e vermelho
Informações da equipe
Cidade Rio de Janeiro, RJ
País Brasil
Liga Superliga - Série A
Fundação março de 2003 (como Rio de Janeiro)[1]
Ginásio Maracanãzinho
(Capacidade: 12000)
Técnico Bernardinho
Material esportivo Brasil Olympikus
Patrocinadores Países Baixos Unilever
Brasil Sky Brasil
Resultados
2012-13 Campeão
Títulos conquistados 8
Uniformes
Kit left arm.png Kit body adsc01h.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Mandante
Kit left arm.png Kit body redshoulders.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Visitante
Kit left arm.png Kit body thinwhitesides.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Líbero
Página oficial da equipe

Rio de Janeiro Vôlei Clube é um clube de voleibol brasileiro, com sede no Rio de Janeiro. Participa da Superliga Brasileira de Voleibol onde já foi diversas vezes campeão, utilizando os nomes de fantasia Rexona-AdeS e Unilever, sendo este último o nome atual. Muitas vezes, porém, a imprensa esportiva prefere chamar o clube por seu nome de registro, Rio de Janeiro, de forma a evitar fazer propaganda da empresa anglo-holandesa Unilever.

História[editar | editar código-fonte]

O Rio de Janeiro descende do Paraná Vôlei Clube, de Curitiba, que era também patrocinado pela Rexona, possuía o mesmo time base e foi bicampeão da Superliga, além de ter vencido o Campeonato Carioca como convidado.

Em 2004, com a parceria entre Rexona e Unilever em torno da antiga equipe, mais a volta de Bernardinho, como técnico, e Fernanda Venturini, o Rexona/Ades conquistou a Salonpas Cup, após uma vitória por 3 sets a 0 sobre o Osasco. Venceu também o Campeonato Carioca, sendo invicto na competição.

O Rio de Janeiro passa a brilhar na Superliga 2004/2005. Invicto na fase de classificação, o time chega às finais com apenas um jogo perdido, mas acaba sendo derrotado pelo Osasco, por 3 jogos a 0, na final melhor de cinco jogos, com destaque para Érika e Mari do Osasco.

Depois da derrota na final da Superliga 2004/2005, a equipe do Rio de Janeiro venceu duas Superligas consecutivas, 2005/2006 e 2006/2007. A equipe ainda disputou a Salonpas Cup 2005, ficando com o vice-campeonato ao perder por 3 sets a 0 para o Osasco e vence mais uma vez o Campeonato Carioca de forma invicta. A Superliga de 2005/2006, marcou a despedida de Fernanda Venturini das quadras com vitória por 3 jogos a 2 sobre o Osasco, com destaque para a atacante oposta Renatinha.

Na Superliga 2006/2007 o Rexona/Ades repetiu o mesmo brilho da Superliga 2005/2006, sendo a primeira equipe tetracampeã da competição, com uma final disputadíssima contra o Osasco com vitória de 3 jogos a 2, destacando-se a ponteira Regiane Bidias e a meio de rede Thaísa Menezes. O Rio de Janeiro, ainda venceu a Salonpas Cup de 2006 e venceu também o Campeonato Carioca do mesmo ano.

Em 2007 a equipe venceu a Salonpas Cup, sendo tricampeã, ao derrotar o Osasco por 3 sets a 1, com destaque para a meio de rede Thaísa Menezes e conquistou a Copa do Brasil de Vôlei ao derrotar na final o Osasco por 3 sets a 0, com destaque para a atacante oposta Renatinha na final.

Na Superliga 2007/2008, a equipe foi, mais uma vez, consagrada a melhor, ao vencer o Osasco em jogo único, disputado no Maracanãzinho, por 3 sets a 1. Tornou-se, portanto, a primeira equipe pentacampeã brasileira. O mesmo viria a acontecer na temporada 2008/2009, onde mais uma vez o Osasco apareceu pela frente na final, sendo superado por 3 sets a 2.

A partir da temporada 2009/2010 a equipa passa a ter por "nome fantasia" o nome da empresa que a patrocina, a Unilever. No fim de 2009 conquista seu segundo título no Top Volley, na Suíça. Na final da Superliga de 2009/2010 foi derrotado pelo arquirrival Osasco por 3 a 2 no Ibirapuera. Já no ano seguinte, 2010/2011, derrotou o mesmo Osasco por 3 a 0. E na temporada seguinte, 2011/2012, com o retorno de Fernanda Venturini, perdeu para o mesmo placar em pleno Maracanãzinho. Em 2012/2013, o Rio venceu de virada o Osasco no Ibirapuera para conquistar seu oitavo título na Superliga.

Principais Títulos[editar | editar código-fonte]

Continentais
Competição Títulos Temporadas
ContinentSouthAmerica.svg Campeonato Sul-Americano 1 2013
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Brasil Superliga Brasileira 7 05/06, 06/07, 07/08, 08/09, 10/11, 12/13 e 13/14
Brasil Copa Brasil 1 2007
Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Rio de Janeiro Campeonato Carioca 10 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013
Rio de Janeiro Copa Rio 1 2009
Outros
Competição Títulos Temporadas
Suíça Torneio Top Volley 2 2006 e 2009
Brasil Salonpas Cup 3 2004, 2006 e 2007
Distrito Federal (Brasil) Copa Brasília 1 2013

Temporada 2014/2015[editar | editar código-fonte]


Unilever - Rio de Janeiro 2013-14
Técnico: Bernardinho
Nome
Origem
Nome
Origem
Levantadores
7 Fofão  Brasil 12 Giovana  Brasil
Centrais
6 Juciely  Brasil 15 Ana Carol  Brasil
16 Mayhara  Brasil 10 Paula Barros  Brasil
Pontas
1 Gabi  Brasil 11 Natália  Brasil
8 Amanda  Brasil 5 Régis  Brasil
Opostos
4 Andréia  Brasil 9 Bruna Honório  Brasil
Líberos
14 Fabí  Brasil 20 Juju  Brasil
Notas:

Volleyball Half Court.png

Gabi
# 1
Fofão
# 7
Fabí
# 14


Comissão Ténica[editar | editar código-fonte]

  • Técnico: Bernardo Resende (Bernardinho).
  • Assistente Técnico: Ricardo Tabach e Hélio Griner.
  • Supervisor Técnico: Harry Bollmann Neto.
  • Fisioterapeuta: Guilherme Tenius (Fiapo).
  • Estatística: Roberta Giglio (Robertinha).
  • Médico: Ney Coutinho Pecegueiro do Amaral.
  • Preparador Físico: Marco Antonio Jardim.

Atletas notáveis[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Isabel Cristina Martines e Fernando Marinho Mezzadri. AS RELAÇÕES ENTRE OS SETORES PÚBLICO E PRIVADO NO CAMPO ESPORTIVO: O CASO DO PROGRAMA REXONA ADES ESPORTE CIDADÃO.. Página visitada em 01/05/2011. páginas 9 e 10.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]