Rio dos Sinos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rio dos Sinos
Herrmann Rudolf Wendroth: O rio dos Sinos em 1852
Comprimento 190 km
Nascente Caraá
Foz Canoas
Altitude da foz 5 m
Delta delta do Jacuí
País(es)  Brasil

O rio dos Sinos é um rio brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. O rio dos Sinos nasce nos morros do município de Caraá no litoral norte gaúcho (distante 130 quilômetros de Porto Alegre) em altitudes superiores a 800 metros e percorre um percurso de cerca de 190 km, desembocando no delta do Jacuí, no município de Canoas, numa altitude de apenas 5 metros. O rio dos Sinos banha diversas e importantes cidades do Rio Grande do Sul (RS). É um rio muito importante para o estado, sendo o principal para o Vale do Rio dos Sinos, tendo sido por ele que os colonizadores alemães desbravaram parte do estado do Rio Grande do Sul. O rio tem esse nome pois é sinuoso, tendo muitas curvas.

Bacia do Rio dos Sinos[editar | editar código-fonte]

A bacia hidrográfica do rio dos Sinos tem uma área de 3 820 km² e envolve, total ou parcialmente, 32 municípios. Os principais afluentes do rio dos Sinos são os rios Rolante e Paranhana além de diversos arroios. O rio dos Sinos em seu percurso pode ser classificado em superior, médio e inferior. Sendo o superior na região de sua nascente, o inferior por analogia é onde ele deságua. Veja abaixo um descritivo das cidades por onde passa o Rio dos Sinos, classificadas aleatoriamente.

Ao total a bacia hidrográfica do rio dos sinos tem 32 municípios, sendo eles: Araricá, Cachoeirinha, Campo Bom, Canela, Canoas, Capela de Santana, Caraá, Dois Irmãos, Estância Velha, Esteio, Glorinha, Gramado, Gravataí, Igrejinha, Ivoti, Nova Hartz, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Osório, Parobé, Portão, Riozinho, Rolante, Santa Maria do Herval, Santo Antônio da Patrulha, São Francisco de Paula, São Leopoldo, São Sebastião do Caí, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Taquara, Três Coroas, Cuiába

Fauna e flora[editar | editar código-fonte]

O conjunto de espécies animais distribuídas por toda margem do Rio dos Sinos é abundante e inclui cará, lambari, grumatã, mussum, barrigudinho, gavião carijó, caracará, pica-pau do campo, socó boi, tico tico, tesourinha, suiriri, bem-te-vi, e outros[1] os animais em extinção que habitam o rio dos sinos são: a lontra, o jacaré-do-papo-amarelo e o cisne do pescoço preto.[2]

Algumas espécies vegetais da flora do vale do Rio dos Sinos saão o ingá, o salgueiro, o sarandi, a açoita-cavalo, o corticeiroo, bromélias, orquídeas, e outras.[3]

Poluição[editar | editar código-fonte]

O local de maior nível de poluição é em São Leopoldo no arroio João Correia, o qual foi canalizado na decada de 80, sendo hoje utilizado como uma forma de escoamento para esgoto urbano residencial.

No início de outubro de 2006, ocorreu no rio dos Sinos um crime ambiental de grandes proporções para o ecossistema, que causou a morte de no mínimo um milhão de peixes, em plena época de desova e reprodução. Este crime foi considerado pelos ecologistas como a maior tragédia ambiental dos últimos 40 anos no Rio Grande do Sul.[4]

Turismo Ecológico[editar | editar código-fonte]

Embora o Rio do Sinos venha sido constantemente associado a problemas ecológicos, a região onde localiza-se sua nascente é de mata atlântica preservada, localizada em torno de 870m de altitude no município de Caraá. O seu acesso se dá pela comunidade de Fraga, localizada as suas margens, e depois por uma trilha de média dificuldade, com duas cascatas se destacando na paisagem. A última delas, conhecida como Cascata da Nascente do Rio dos Sinos, possui 116 m de altura e é uma das maiores do estado do Rio Grande do Sul.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. http://www.portalprosinos.com.br/imagens.php?id=20
  2. http://websinos.blogspot.com/2010/08/fauna-do-rio-dos-sinos.html
  3. http://websinos.blogspot.com/2010/08/flora-do-rio-dos-sinos.html
  4. http://www.ihu.unisinos.br/noticias/2482-desastre-ambiental-mata-quase-100-toneladas-de-peixes-no-rio-dos-sinos