Ripley's Believe It or Not!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ripley's Believe It or Not! (Acredite se Quiser, no Brasil) era[1] [2] originalmente uma coluna publicada em centenas de jornais em todo o mundo, apresentados fatos inusitados e inacreditáveis apontados entretanto como verdadeiros. Mais tarde foi também apresentada como um programa de televisão, produzido pela rede americana ABC de 1982 a 1986, e exibida pouco depois no Brasil pela Rede Manchete. Era apresentada pelo ator Jack Palance, acompanhado de sua filha Holly Palance, a atriz Catheryn Sherriff e a cantora Marie Osmond.

A franquia de Ripley's Believe It or Not! ganhou uma nova versão televisiva produzida de 2000 a 2003 pela rede TBS, apresentada pelo ator Dean Cain. Atualmente esta versão é exibida pela Band todos os sábados. A primeira versão foi satirizada no programa TV Colosso, sob o nome "Acredite se Puder", na qual os fatos apresentados sempre aconteciam na Nova Zelândia. Após o apresentador Jaca Palladium, sátira de Jack Palance, dizer o bordão "Acredite se puder" e os dois cachorrinhos que assistiam ao programa dizerem "Eu não acredito", o apresentador saía do estúdio, ia até a casa deles e os ameaçava com um machado, fazendo-os quase sempre fugirem ou mudarem de opinião.

Referências

  1. Acredite se Quiser , por Adriana Uchoa. Disponível em <http://www.autobahn.com.br/dummies/ripleys_believe.html>. Acesso em 15 de abril de 2015.
  2. Acredite se Quiser. Disponível em <http://acreditesequiser.band.uol.com.br/>. Acesso em 15 de abril de 2015.
Ícone de esboço Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.