Ripley's Believe It or Not!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

Ripley's Believe It or Not! (Acredite se Quiser, no Brasil) era originalmente uma coluna publicada em centenas de jornais em todo o mundo, apresentados fatos inusitados e inacreditáveis apontados entretanto como verdadeiros. Mais tarde foi também apresentada como um programa de televisão, produzido pela rede americana ABC de 1982 a 1986, e exibida pouco depois no Brasil pela Rede Manchete. Era apresentada pelo ator Jack Palance, acompanhado de sua filha Holly Palance, a atriz Catheryn Sherriff e a cantora Marie Osmond.

A franquia de Ripley's Believe It or Not! ganhou uma nova versão televisiva produzida de 2000 a 2003 pela rede TBS, apresentada pelo ator Dean Cain. Atualmente esta versão é exibida pela Band todos os sábados.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • A primeira versão foi satirizada no programa TV Colosso sob o nome "Acredite se Puder", sendo que os fatos apresentados sempre aconteciam na Nova Zelândia. Após o apresentador Jaca Palladium, sátira de Jack Palance, dizer o bordão: "Acredite se puder" os dois cachorrrinhos que assistiam o programa dizerem "eu não acredito" o apresentador saia do estúdio e ia até a casa deles e os ameaçavam com um machado fazendo-os quase sempre fugirem ou mudarem de opinião.
Ícone de esboço Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.