rm (Unix)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.


O comando rm do sistema operacional Unix é usado para apagar arquivos[1] [2] . É uma forma curta de se referir a remove (remover), é semelhante ao del no MS-DOS[3] . Requer muito cuidado com o comando rm* pois apaga tudo sem confirmação por padrão.

Normalmente é usado desta maneira:

rm nome_do_arquivo

Onde nome_do_arquivo é o nome do arquivo a ser removido. Existem vários argumentos que permitem o uso de outras funcionalidades, como o argumento -i que realiza uma pergunta para o usuário antes de apagar cada arquivo. Muitas vezes é feito um alias do comando rm para rm -i de modo a evitar remoção acidental de arquivos[4] .

Quando a opção anterior se torna inconveniente dada a quantidade de arquivos a ser removida, ela pode ser cancelada especificando o argumento -f[1] . Geralmente esta opção é usada em conjunto com o argumento -r que remove diretórios e o conteúdo deles de forma recursiva descendo pela árvore de diretórios partindo do diretório especificado.

O comando rm -rf ou também rm -rf /* era usado como piada entre os usuários do sistema Unix. Caso este comando seja executado por um usuário administrador na raiz do sistema de arquivos levará a remoção de todos os arquivos que podem ser escritos, trazia a idéia de desastre total. Nas versões mais recentes do rm, rm -rf é um alias para rm -rf --preserve-root, o que impede a remoção de /[1] .

Referências

  1. a b c RM(1). Michael Kerrisk man7.org (julho de 2014). Página visitada em 18 de agosto de 2014.
  2. RM(1). The Free BSD Project (29 de setembro de 2005). Página visitada em 18 de agosto de 2014.
  3. rm man page. Página visitada em 18 de agosto de 2014.
  4. Dan Frakes. Mac OS X Power Tools. [S.l.]: John Wiley & Sons. Capítulo: 15. , p. 534. ISBN 0782141927 Página visitada em 18 de agosto de 2014.

Veja também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre computação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.