Robert Fludd

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Fevereiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Roberto Fludd, ocultista inglês, nasceu na cidade de Milgate, Kent, em 1574. Sua vida foi fortemente ligada ao esoterismo. Estudou artes em Oxford, no Saint John the Baptist College, e medicina no College of Physicians de Londres. Morreu em 1637. Viajou pelo continente europeu por anos, e depois estabeleceu-se em Londres como médico. Escreveu uma apologia defendendo os rosa-cruzes, publicada com a intenção de ser admitido na fraternidade, mas para seu descontentamento não obteve resposta, e ainda foi acusado de magia diabólica e ligação com a fraternidade. O rei James I foi seu patrono, após uma conversa com ele ocasionada por acusações de heresia; dizem que ajudou na tradução da Bíblia. Seus trabalhos incluem tratados sobre o Macrocosmo e o Microcosmo, experiências alquímicas (especialmente com o trigo e com o barômetro), uma defesa do bálsamo de arma (um ungüento que agia à distância, aplicado na arma que causou o ferimento), entre outros assuntos.

Ícone de esboço Este artigo sobre esoterismo ou ocultismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.