Robert Fludd

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde Fevereiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Roberto Fludd, ocultista inglês, nasceu na cidade de Milgate, Kent, em 1574. Sua vida foi fortemente ligada ao esoterismo. Estudou artes em Oxford, no Saint John the Baptist College, e medicina no College of Physicians de Londres. Morreu em 1637. Viajou pelo continente europeu por anos, e depois estabeleceu-se em Londres como médico. Escreveu uma apologia defendendo os rosa-cruzes, publicada com a intenção de ser admitido na fraternidade, mas para seu descontentamento não obteve resposta, e ainda foi acusado de magia diabólica e ligação com a fraternidade. O rei James I foi seu patrono, após uma conversa com ele ocasionada por acusações de heresia; dizem que ajudou na tradução da Bíblia. Seus trabalhos incluem tratados sobre o Macrocosmo e o Microcosmo, experiências alquímicas (especialmente com o trigo e com o barômetro), uma defesa do bálsamo de arma (um ungüento que agia à distância, aplicado na arma que causou o ferimento), entre outros assuntos.

Ícone de esboço Este artigo sobre esoterismo ou ocultismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.