Robert Trujillo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Robert Trujillo
Robert Trujillo at Sonisphere
Informação geral
Nome completo Roberto Agustin Miguel Santiago Samuel Trujillo Veracruz
Nascimento 23 de outubro de 1964 (49 anos)
Origem Santa Mônica, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Crossover thrash, hardcore punk, skate punk, funk metal, metal alternativo, heavy metal, hard rock, thrash metal, speed metal
Instrumento(s) Baixo, guitarra
Modelos de instrumentos Fernandes Gravity de 5 cordas
Music Man Stingray de 5 cordas
Warwick Basses
Fender Precision Bass Rickenbacker 4001
Período em atividade 1988 – atualmente
Gravadora(s) Warner Bros., Elektra, Megaforce
Afiliação(ões) Metallica, Suicidal Tendencies, Infectious Grooves, Mass Mental, Black Label Society, Ozzy Osbourne, Medication, Jerry Cantrell, Glenn Tipton, Himantha Kumarasinghe

Robert Trujillo (nome artístico de Roberto Agustin Miguel Santiago Samuel Trujillo Veracruz; Santa Mônica, Califórnia, 23 de outubro de 1964) é um baixista estadunidense.

Anteriormente tocou com o Suicidal Tendencies, Infectious Grooves, Mass Mental, Jerry Cantrell, Black Label Society, Ozzy Osbourne e entrou para o Metallica em 2003. A audição que o fez entrar para a banda pode ser vista no DVD Some Kind of Monster. Os integrantes do Metallica mostraram-se impressionados com a sua apresentação e habilidade, e ele foi contratado antes da turnê do disco St. Anger ser lançada.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A carreira de Trujillo começou quando ele conheceu Mike Muir e Rocky George da banda Suicidal Tendencies. Ele mostrou que sabe dançar como um sibang bom domínio do contrabaixo e tocou com o grupo por um período considerável. Seu estilo e talento foram apreciados pela banda que o levou como baixista. Na década de noventa Muir e Trujillo começaram o funk rock, com a banda ''Infectious Grooves''. Robert foi baixista do grupo durante vários anos até que ele deixou a banda, e se juntou com Ozzy Osbourne. Lá ele permaneceu até 2003, quando foi convidado para participar da grande e famosa banda de thrash metal estadunidense, Metallica. A banda não era desconhecida para Trujillo. Ele a conheceu antes, quando sua banda estava abrindo um show do Metallica, em 1994 no Summer Shad Tour.

Para gravar o último álbum de estúdio do Metallica, St. Anger, foi oferecido a Robert US$ 1.000.000 Este preço foi, segundo Lars Ulrich, porque ela queria mostrar e ele foi bom e o quão sério eram. Entre a saída de Jason Newsted e a chegada de Robert Trujillo foi Bob Rock (ex-produtor 1991-2006), o baixista temporário da banda.

Robert Trujillo trabalhou no álbum Death Magnetic, do Metallica. Trujillo é o backing vocal ao vivo de músicas do Metallica como "Broken, Beat & Scarred", "Through the never " , "Blackened" e Etc.

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

Com o Metallica ele costuma ser visto mais frequentemente tocando um baixo Fernandes de 5 cordas, em especial um modelo com um acabamento de prata, com decalques de azul flamejante, e captadores da EMG. Também tem um baixo customizado com sua assinatura, o Sonus RT, manufacturado pela Zon Guitars. Antes do Metallica, era mais visto tocando baixos das marcas Tobias, ESP e Musicman (todos de 5 cordas), bem como um Fender Precision Bass, ao tocar com o Black Label Society e Ozzy Osbourne. Trujillo também foi visto recentemente em shows tocando um Yamaha TRB5-P2 de 5 cordas, um Rickenbacker 4001/4003 verde de 4 cordas, customizado, com captadores EMG, além de um Streamer negro da Warwick. Para a amplificação, usa amplificadores e caixas da Ampeg. Trujillo também colaborou recentemente com Jim Dunlop para criar suas próprias cordas: a série Icon, de aço inoxidável, nas espessuras 45-130 (5 cordas). Trujillo usa um pedal de wah wah Mark Tremonti, da Morley, em canções como "For Whom the Bell Tolls", "The Call of Ktulu" e "Orion".

De acordo com um artigo publicado recentemente na revista Bass Player[1] a pedaleira de Trujillo consiste de um Electro Harmonix Q-Tron, um SansAmp Bass Driver DI, um Sansamp XXL e um Boss OC-2.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Black Label Society
Jerry Cantrell
Infectious Grooves
Suicidal Tendencies
Glenn Tipton
Mass Mental
  • How to Write Love Songs - 1999
  • Live in Tokyo - 2001
Ozzy Osbourne
Metallica

Videografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Bass Player, nov. 2008

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre baixistas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.