Roberto Marquis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde outubro de 2014)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Roberto Marquis (São Paulo, 30 de março de 1942) é um ator, humorista e produtor brasileiro. É mais conhecido pelo personagem Teobaldo, da campanha de uma marca de refrigerante. Trabalhou em diversos meios de comunicação. Seu trabalho mais recente foi no programa A Praça é Nossa, do SBT, com os personagens Osório, Tanaka, sendo o mais conhecido o Guarda Juju.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou na carreira artística, como figurante em 1962, na TV Tupi, no seriado Dom Camilo e os Cabeludos , com Otello Zeloni e Elias Gleiser. Também participou do infantil Gente Inocente com o Lucio Mauro fazendo um BullDog.

Em 1963, na TV Excelsior foi diretor de elenco da telenovela 2-5499 Ocupado, primeira telenovela de sucesso da TV brasileira, com Tarcísio Meira e Glória Menezes Ingressou na comédia participando de todos programas da casa como " A Cidade se Diverte", "Chico Anísio Show", José Vasconcelos, Vovô Deville, Show do Meio Dia, Walter Stuart, Teatro 63 e com Moacyr Franco, onde fazia o personagem de um guarda que ficou famoso pelo bordão "tadinho do moço".

Foi para o Rio de Janeiro para trabalhar na TV Tupi Canal 6, no projeto chamado Telecentro, cujo diretor era o Boni, com os maiores nomes da TV Brasileira, fazendo diversos programas como "A Brasa da Casa" Moacy Franco e outros, começou à cantar no programa do Aerton Perlingeiro, TV Excelsior e na TV Globo, vestindo os personagens de Batman, Mandrake, etc.

Em 1967, na inauguração da TV Bandeirantes, foi contratado para dirigir vários programas produzindo a primeira versão do programa "Brasil Urgente", com Antonio Carvalho e os programas de sucesso na época como "Na Beira da Tuia", com Tonico e Tinoco. Também dirigiu Xênia Bier, "Campeões do 13, entre outros. Participou do programa "A Cidade de Araque", com o comediante Antonio Carlos, pai da atriz Glória Pires. Atuou ao lado de Zé do Caixão, Ankito e vários outros nomes.

Ficou conhecido nacionalmente em 1970, como Teobaldo, fazendo uma propaganda de refrigerante ideia do Arapuã ficando no ar por 3 anos viajava o Brasil todo o bordão Boko Moko, para designar coisas fora de moda.virou até concurso de tv, ganhando todos os premios da propaganda na época, inclusive saiu uma reportagens com 8 paginas na revista Realidade da editora Abril reconhecida como uma das melhores revistas já publicadas no Brasil. até hoje é reconhecida como uma melhores campanhas produzidas no Brasil.

em 1975 foi contratado pelo Estudios Silvio Santos cinema e Televisão Ltda, para ser produtor e ator

Abriu uma produtora de comerciais que fazia todos os comerciais do Grupo Silvio Santos(Teobaldo produções Artisticas Ltda) Dirigiu e participou de vários comerciais para televisão, fazendo campanha em varios estados,produziu um comercial de uma concessionária de automóveis , com Ary Toledo, e Vianna Jr,que usou o bordão Pois é, que acabou virando sinônimo de carro velho e que ainda é usada com este sentido.até hoje.

Voltou a trabalhar na Tv-tupi em 1978 ficou até o fim da emissora

Trabalhou na inauguração do SBT (antigoTvs) no programa Reapertura dirigido pelo Paulo Celestino,e no departamento de comerciais.para a Tv..

Dublou na AIC varios personagens e series inclusive os tres patetas dublando o ator Curly (carequinha), As noivas chegaram.entre outras

No cinema produziu um longa metragem infantil, Dani, um cachorro muito vivo.atuou no filme Ainda Agarro Essa Vizinha ,Os mansos,Costinha contra King-mong,A Viuva Virgem,Amante Latino e muitos outros.Produziu e atuou na peça Chapeuzinho Vermelho na Praça de Walcyr Carrasco juntamente com Rony Rios,(velha Surda).

Gravou nove discos como cantor, a maioria com canções de carnaval.

Voltou para a Tv Bandeirantes em juntamente com o Carlos Alberto de Nobrega para iniciar o programa Praça Brasil,(pois o nome Praça da Alegria é da Globo), e depois foram a convite do Silvio Santos, para o SBT fazer a Praça é Nossa ficando 25 anos no programa.Fez shows em todos os estados do Brasil.

hoje trabalha com um grupo de amadores na cidade de Praia Grande-SP num projeto chamado Essa é boa que tenta resgatar o humor antigo sem sacanagem e apelação.