RoboCop: Prime Directives

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente, substituindo esta predefinição por {{subst:rec}}


RoboCop: Prime Directives
RoboCop: Prime Directives (PT/BR)
 Canadá
2000 • cor • 120 min 
Direção Julian Grant
Elenco Page Fletcher
Maurice Dean Wint
Maria del Mar
Geraint Wyn Davies
Género ficção científica
Idioma inglês
Cronologia
Último
Último
Robocop 3
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

RoboCop: Prime Directives é um série de televisão canadense de 2000 com quatro episódios, do gênero ficção científica, dirigido por Julian Grant.

No começo de 2000, o herói cibernético já estava esquecido, 7 anos depois do seu último filme. A série com um total de 375 minutos se passa em um ambiente negro após o RoboCop 3, mostrando um personagem RoboCop mais triste e sozinho. O filme só faz referências aos antigos filmes de série de Robocop quando um dos empregrados da OCP faz uma fala sobre a tentativa de recriar RoboCop, usando o cadáver do bandido Cain no RoboCop 2. Outro personagem faz referência a Robocop 3 falando o nome do bairro Cadilliac Heights. Nos episódios "Dark Justice" e "Resurrection", RoboCop tem “flashblacks”do filme original.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

"Robocop: Prime Directives 1 - Dark Justice"

Estamos de volta a Delta City, a megalópole futurista gerida pela Omni Products. Alex Murphy, aliás Robocop, meio humano, meio robo, totalmente polícia, sente que os anos não perdoam. Sente-se obsoleto porque está cada vez mais fraco. Mas a Cidade Mais Segura do Planeta está à beira de mais uma explosão de violência gerada por Bone Machine.

"Robocop: Prime Directives 2 – Meltdown’

O que resta de Alex Murphy, o seu cérebro implantado em Robocop, é atormentado pela recordação do assassínio do seu amigo John Cable. O que ele nem suspeita é que o cérebro de Cable foi também implantado num cyborg - um segundo Robocop. Como num velho western, o confronto final nas ruas é inevitável, num futurístico "duelo ao sol" nas ruas de Delta City.

"Robocop: Prime Directives 3 – Resurrection’

Robocop Murphy e cyborg Cable estão agora escondidos nos escombros da velha Detroit, para escapar à perseguição dos Robothunters. Salvos por dois bandos de mercenários rivais, o seu destino está traçado. Robocop é reparado por um bando de dissidentes idealistas, enquanto Cyborg Cable caiu nas mãos de um cientista louco sem escrúpulos...

"Robocop: Prime Directives 4 - Crash & Burn"

Delta City está a 24 horas de se tornar uma cidade totalmente controlada pela inteligência artificial. O super-programa SAINT é o último grito em tecnologia. Mas um vírus introduzido no sistema pelo Cyborg Cable, vai pôr em risco a vida dos habitantes de Delta City..

RoboCop, o personagem[editar | editar código-fonte]

Diretivas básicas[editar | editar código-fonte]

  • 1."Serve the public trust" (Servir à população)
  • 2."Protect the innocent" (Proteger os inocentes)
  • 3."Uphold the law" (Cumprir a lei)
  • 4."Exterminar John Cable" essa diretriz é colocada em Robocop no episódio “Dark Justice”, ele acaba matando John Cable, e assim conseguindo matar Bone Machine.

Capacitações[editar | editar código-fonte]

Robocop: O corpo de Alex Murphy foi alterado ciberneticamente de modo que consegue exercer força de 200 quilogramas em cada um dos dedos. Seu corpo é revestido por um chassi de liga de titânio que resiste calibres fortes, suas exeções de muitos tiros do calibre .50, explosivos como de lança-granadas e lança-mísseis que o causam dano e resiste a temperaturas entre 3000°C e -80°C. As partes pretas (pescoço, mãos e abdómen) são revestidos com kevlar e depois por liga de carbono, mas mesmo assim não são seus pontos fracos. O visor em seu capacete permite gravação de vídeo (30 frames/segundo), visão telescópica e visão térmica. Na sua cabeça foram implantados chips que garantem mira computadorizada. No punho direito, encontra-se um espeto retrátil que permite a ele fazer interface com computadores, podendo arquivar ou mostrar informação (além de servir de arma branca). Robocop tem uma arma de fogo, a Auto-9, que usa munição 9 mm, com cadência de tiros de 60/minuto (essencialmente uma Beretta 93R modificada). A arma pode ser estocada em sua coxa direita, que tem portinhas e um coldre que abrem conforme seus comandos mentais.

Elenco[editar | editar código-fonte]