Rodada Uruguai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O setor agrícola foi um dos principais temas da Rodada do Uruguai.

A Rodada Uruguai ou Ronda Uruguai foi iniciada em setembro de 1986 e durou até abril de 1994. Baseada no encontro ministerial de Genebra do GATT (1982), foi lançada em Punta del Este, no Uruguai, seguido por negociações em Montreal, Genebra, Bruxelas, Washington e Tóquio. A rodada culminou com a criação da Organização Mundial do Comércio (OMC) e incorporação do Acordo Geral de Tarifas e Comércio (conhecido como GATT) em sua estrutura, entre outros acordos.

Temas[editar | editar código-fonte]

Uma das principais metas da Rodada Uruguai foi a de reduzir os subsídios agrícolas. Houve muita discordância entre União Europeia e Estados Unidos, que foi apoiado pelo Grupo de Cairns, composto por catorze países. Entre eles estavam Argentina, Austrália e Brasil.[1]

Consequências[editar | editar código-fonte]

A Rodada Uruguai foi chamada de "maior acordo comercial da História" principalmente pelo Acordo sobre Agricultura, que institui um marco jurídico-institucional para o projeto de reforma de longo prazo do comércio agrícola e das políticas internas que os países signatários desejavam levar a cabo nos anos seguintes [2] .

Referências

  1. Lawrence, R. Sector-Specific Multilateral Trade Agreements. Regionalism, Multilateralism and Deeper Integration. Brookings Institution, 1996.
  2. Lampreia, Luís Felipe. Resultados da Rodada Uruguai: uma tentativa de síntese. Estud. av. vol.9 no.23 São Paulo Jan./Apr. 1995. Print version ISSN 0103-4014. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-40141995000100016&script=sci_arttext>. Acesso em: 28 de agosto de 2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.