Rodovia Professor Zeferino Vaz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SP-332.png
SP 332
Rodovia Professor Zeferino Vaz
(nome oficial, Lei 14.115 de 04/06/2010[1] )
"Tapetão"
Trecho da SP-332
Nomes antigos Rodovia General Milton Tavares de Souza
Extensão 81 km
Inauguração 14 de julho de1981
Tipo Rodovia Estadual
Limite norte Rua Júlio Fernandes, distrito Martinho Prado Jr.
Mogi Guaçu, SP
Interseções
Limite sul Rua Carolina Florence
Campinas, SP
Concessão Rota das Bandeiras [2]
Commons-logo.svg Imagens
norte
< Término da rodovia
SP-332 sul
Visc. de Porto Seguro >

Rodovia Professor Zeferino Vaz (anteriormente denominada Rodovia General Milton Tavares de Souza) é oficialmente um dos trajetos da SP-332, também conhecida como Rodovia Campinas-Paulínia ou Tapetão. Está situada na Região Metropolitana de Campinas, no interior de São Paulo.

Medindo 81 quilômetros, essa estrada de duas faixas (três em alguns trechos entre Campinas e Paulínia) possui intenso tráfego, fazendo a ligação entre as zonas urbanas de Campinas e Cosmópolis. Ela é conhecida principalmente por fazer a ligação entre o centro de Campinas com o distrito de Barão Geraldo, a Universidade Estadual de Campinas, a Pontifícia Universidade Católica de Campinas (Campus I) e o polo petroquímico de Paulínia (que conta com importantes indústrias como Replan, Rhodia, Shell, entre outras).

O Trecho Campinas-Barão Geraldo é composto por três faixas de rolamento em cada sentido; é um trecho com alto índice de tráfego de veículos e ao longo dele existem várias empresas, como a Arcor Biscoitos (antiga Campineira), Empresa Farmacêutica Medley e Equipesca, entre outras, e o Santuário de Nossa Senhora Desatadora dos Nós no km 112, sentido Barão Geraldo.

Esta rodovia faz parte da concessão do corredor Dom Pedro I, realizada em 2008 juntamente com outros lotes, e que recebeu três praças de pedágio: as duas primeiras em Paulínia e a outra em Engenheiro Coelho.

Trajeto[editar | editar código-fonte]

Vista da SP-332 no trecho entre Paulínia e Campinas.

O trajeto da Rodovia Professor Zeferino Vaz cruza os seguintes municípios e distritos (em itálico), a maioria deles situados na Região Metropolitana de Campinas:

Km Município ou distrito Região
110 Campinas Região Metropolitana de Campinas (RMC)
- Barão Geraldo
- Betel
121 Paulínia
134 Cosmópolis
148 Artur Nogueira
159 Engenheiro Coelho
- Tujuguaba Microrregião de Mogi Guaçu
168 Conchal
190 Mogi Guaçu (distrito Martinho Prado Jr.)
Congestionamento na Zeferino Vaz, no trecho entre Paulínia e Campinas

Outras rodovias[editar | editar código-fonte]

Alteração da nomenclatura[editar | editar código-fonte]

Em 4 de junho de 2010, foi aprovada a Lei 14.115, de autoria do deputado estadual Milton Flávio (PSDB), que alterou a denominação da rodovia, anteriormente chamada General Milton Tavares de Sousa, para a denominação atual.[1] [2] O motivo alegado pelo deputado foi que o nome anterior homenageava um militar ligado à ditadura, e que isso devia ser revisto. O nome atual homenageia o fundador e primeiro reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Zeferino Vaz (1908-1981).[3]

Referências

  1. a b Lei 14.115 de 04/06/2010 (Projeto de lei nº 711/09, do Deputado Milton Flávio - PSDB). Dá denominação à rodovia que especifica (html) (em português) Lei do Estado de São Paulo. Visitado em 08/04/2015.
  2. a b As nossas rodovias (html) (em português) Rota das Bandeiras. Visitado em 07/04/2015.
  3. Lei que determina alteração do nome da Rodovia General Milton Tavares está aprovada (html) (em português) Portal de Paulínia. Visitado em 15/07/2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]