Roger Moreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Roger Moreira
Roger em 2008.
Informação geral
Nome completo Roger Rocha Moreira
Também conhecido(a) como Roger
Nascimento 12 de setembro de 1956 (57 anos)
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) Rock n' roll, punk rock, rock cômico, rock brasileiro
Instrumento(s) Vocal, guitarra, flauta
Modelos de instrumentos Gibson Les Paul Junior, Gibson Les Paul
Período em atividade 1981 – atualmente
Outras ocupações compositor
Gravadora(s) Warner Music, Deckdisc

Roger Rocha Moreira (São Paulo, 12 de setembro de 1956) é um músico brasileiro, conhecido por ser o idealizador, compositor, guitarrista e vocalista da banda de rock Ultraje a Rigor. Além disso, faz parte do late-night talk show The Noite.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Roger em 2005.

Cursou o primeiro grau (primário e ginásio) no Liceu Pasteur e o segundo grau (colegial) no Colégio Objetivo. Cursou até o terceiro ano de Arquitetura na Universidade Mackenzie. É formado em inglês pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. Fez o Conservatório Dramático e Musical, o Conservatório Musical Brooklin Paulista, o Clam e a Fundação das Artes de São Caetano do Sul. Morou em San Francisco, no estado da Califórnia, por um ano e meio, entre 1979 e 1980. Toca guitarra e flauta. Em uma entrevista concedida em 2007, à Rede Canção Nova, Roger afirma que aprendeu a ler sozinho, aos três anos de idade, era um bom aluno e que, apesar do QI alto, os colegas o excluíam do convívio. Entretanto, ele afirma que ser considerado um super-dotado não mudou a sua personalidade, muito menos fez com que ele se tornasse uma pessoa amarga. [1] Além disso, os testes vocacionais feitos por ele na juventude indicavam o caminho da música. Entretanto, para agradar os pais, ele iniciou a faculdade de arquitetura.

Trabalhou como personal trainer antes da fama. Não viaja de avião, pois tem muito medo. Para isto, ele recorre do auxílio do ônibus para deslocar-se para diferentes partes do país. Conhecido como torcedor fanático do São Paulo Futebol Clube, Roger faz questão de tocar em alguns shows o hino do seu time favorito em versão rock'n'roll. Na música Pelado, durante a apresentação do Acústico MTV 2005, ele insere entre os refrões a expressão entusiasmada: "Tricolor!". Roger é membro da Mensa International[2] . Em 1999, Roger recebeu um convite para posar nu para a revista G Magazine. A respeito, Roger afirma que nunca teve nada contra o nudismo. [3] Trabalhou com o Ultraje a Rigor no programa Agora é Tarde, apresentado por Danilo Gentili, na TV Bandeirantes. A respeito, Roger não considera que a banda seja um mero apoio, como ocorre com o Programa do Jô, mas sim uma colaboradora das vinhetas e ideias apresentadas ao programa de Danilo Gentili. Com a ida de Gentili para o SBT no final de 2013, a banda agora faz parte do elenco do The Noite.

Música[editar | editar código-fonte]

Considerado como o cabeça da banda Ultraje a Rigor, as letras de Roger são caracterizadas por letras inteligentes, com uma roupagem cômica e animada fazendo críticas inteligentes à sociedade. A banda lança reflexões, de forma sutil e crítica, sobre a realidade social brasileira. A incapacidade de a sociedade compreender as próprias mazelas morais está característica nas músicas "Inútil" (1984), conhecida por sua licença poética "a gente somos inútil", "Mim Quer Tocar" (1984), "Pelado" (1987), entre outros. Em 2009, Roger gravou dueto em uma música (Ô Tio) no CD da cantora e apresentadora mirim, Maisa. E em fevereiro de 2011, a música foi lançada como o sexto single do álbum da garota. Em 2012, o Ultraje a Rigor e a banda de rock Raimundos lançaram o álbum O Embate do Século: Ultraje a Rigor vs. Raimundos, no qual uma banda tocou sete músicas da outra e vice-versa. Antes de ser lançado oficialmente pela gravadora, o trabalho dos dois grupos tornou-se o mais vendido na iTunes Store.

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Em 2011, no festival SWU, o Ultraje brincou com Chris Cornell, pois ele parecia com um dos roadies.

Na mudança de cronograma de apresentações, ocorrida devido às fortes chuvas, as equipes de Peter Gabriel e do Ultraje a Rigor brigaram nos bastidores, pois a produção do músico inglês não permitiu a entrada da banda brasileira e agrediu um dos irmãos de Roger.

O público presente no show ao ver a briga pensou que a contenda era com a equipe de Chris Cornell e não com Peter Gabriel, devido a brincadeira que Roger tinha feito com o roadie momentos antes. Posteriormente, Peter Gabriel pediu desculpas a Roger pelos transtornos ocorridos.

E Roger desculpou-se com Chris Cornell.

Em julho de 2012, numa declaração dada no Facebook, o humorista Bruno Mazzeo soltou a seguinte declaração: "No Dia do Rock fico pensando no Ultraje a Rigor, uma das bandas preferidas da minha juventude, vivendo um fim de carreira dramático" [4]

Roger, mais uma vez, respondeu à altura e o ator precisou se desculpar pela indelicadeza. Mais tarde, Roger declara em uma entrevista que: "Está vendo como está virando moda as pessoas virem se desculpar comigo?" [5] .

Cinema[editar | editar código-fonte]

Em 1985 atuou no filme Areias Escaldantes, um musical brasileiro.[6]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]