Ronan Keating

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde julho de 2013).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Ronan Keating

Ronan Keating (Dublin, 3 de Março de 1977) é um cantor irlandês, membro do grupo Boyzone.

Nome: Ronan Patrick John Keating Data de nascimento: 3 de março de 1977. Local de nascimento: Dublin, Irlanda. Estado Civil: Casado com Yvonne Conolly, em 7 de maio de 1998. Tem três filhos, o primeiro chamado Jack, nasceu em 1999. Apelido: Tin Tin. Altura: 1.75 m. Instrumento musical que toca: Piano e guitarra. Família: sua mãe, Marie, faleceu em 1997. Seu pai se chama Gerry. Tem 3 irmãos: Gary, Kiaran e Gerard, e uma irmã, Lisa. Filme favorito (entre outros): Clube dos Cinco e Caçada ao Outubro Vermelho. Cantores favoritos: George Michael, Sting, Withney Houston. Comida favorita: Massa. Paixão: Motos. Inclusive ele se acidentou com uma. Mas nada grave. Pior defeito: Seus dentes (segundo ele). Maior medo: cobra. Tatuagem: Guerreiro, tatuado em japonês. Hobbies: Correr, andar a cavalo e corrida de automóveis. Cheiro: Grama recém cortada e flores frescas. O que o faz corar: Mulheres grosseiras. Griffe: Dolce & Gabbana. Atriz preferida: Meg Ryan. Superstição: Reza antes de entrar no palco. No íntimo: não ronca, mas tem pesadelos se come queijo. Biografia Em 1991, o adolescente Ronan Patrick John Keating – filho caçula do dono de um pub e uma cabeleireira – viu um anúncio que mudou sua vida. Ronan, então com 14 anos, trabalhava numa sapataria de sua nativa Dublin, Irlanda, quando viu o anúncio do teste para “uma versão irlandesa do Take That”. Cantando sua versão de “Father & Son”, de Cat Stevens, Ronan Keating passou a frente de mais de 300 candidatos, garantindo uma vaga no Boyzone, a coqueluche juvenil que sacudiu a Europa e o mundo nos anos 90. Em 1998, depois de seis anos com o Boyzone, que produziram quatro álbuns, 16 singles e uma participação especial no vídeoclipe de “The Sweetest Thing”, do U2, Keating estava pronto para uma nova etapa em sua carreira: seu casamento (com a modelo Yvonne Keating) e seu novo trabalho como empresário do conjunto Westlife foram os primeiros sinais da virada.

Mas o grande fruto dessa inquietação veio ‘a luz em 2001, com Ronan, um álbum solo que incluía canções dos Bee Gees e de Bryan Adams, além de composições do próprio Ronan. “Estou muito orgulhoso com o resultado.”, disse Ronan. “ Cada canção traz um sentimento e uma sonoridade especial”. Estava muito nervoso no início pensando em ter que encarar o estúdio sozinho, mas foi maravilhoso poder criar minhas próprias canções e compor com novos parceiros”. Fonte: Blog no WordPress.com. Tema: ChaoticSoul por Bryan Veloso.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Detalhes do álbum Posição nas paradas Certificação
IRE
[1]
ALE SUI AUT SUE NOR NZ AUS HOL UK
[2]
2000 Ronan
2
2
4
10
3
1
2
5
8
1
2002 Destination
3
1
3
2
5
2
1
3
4
1
2003 Turn It On
57
18
19
45
54
29
-
25
89
21
2006 Bring You Home
16
7
3
10
10
-
7
6
89
3
2009 Songs for My Mother
1
14
13
34
-
7
1
1
8
1
2009 Winter Songs
12
73
74
-
-
-
25
24
-
16
2010 Duet
-
-
-
-
-
-
1
3
-
-
2011 When Ronan Met Burt
5
-
-
-
56
-
9
3
-
3
2012 Fires
12
20
26
51
-
8
18
12
35
5

Referências

  1. Ronan Keating Discography - Irish Album and Single chart positions. irish-charts.com. Página visitada em 09 de outubro de 2009.
  2. Ronan Keating UK Album and Single chart positions. Chart Stats. Arquivado do original em 2012-07-21. Página visitada em 09 de outubro de 2009.
  3. Accreditations 2003 – Destination. Australian Recording Industry Association. Acessado em 13 de julho de 2006.
  4. Accreditations 2003 – Turn It On. Australian Recording Industry Association. Acessado em 13 de julho de 2006.
Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.