Rosemary (cantora)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde maio de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Rosemary
Rosemary no Senado Federal em 2013
Informação geral
Nascimento 7 de dezembro de 1947 (66 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ
País Brasil

Rosemary Pereira Gonçalves (Rio de Janeiro, 7 de dezembro de 1947), mais conhecida como Rosemary ou Rosemary Belkiss, é uma cantora brasileira[1] [2] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Rosemary é a filha caçula de uma família de ascendência portuguesa. Desde pequena já mostrava sua aptidão para o mundo artístico. Há quem diga que tudo começou quando ia escondida de sua mãe, junto com sua irmã "Terezinha", que era garota-propaganda do "Programa do Chacrinha". Aos 14 anos gravou seu primeiros discos; "Fala Coração" e "Eu Sei".

Participou do movimento da Jovem Guarda e chegou a ser cogitada a apresentar o programa com Roberto Carlos e Erasmo Carlos. Acabou perdendo o posto para Wanderléa mas se tornou um dos principais nomes do movimento, recebendo o título de "Fada Loura da Juventude" com o seu grande sucesso "Feitiço de Broto". No ano de 1964 gravou seu LP "Igual a Ti Não há Ninguém".

Participou de vários filmes nacionais no final da década [1960], entre eles "Jovens Prá Frente" (1969)[3] , como atriz principal, ao lado de Oscarito e Jair Rodrigues; "Os Reis do Iê-Iê-Iê" e "Adorável Trapalhão" ambos com Renato Aragão, "Na Onda do Iê,Iê,Iê", e "Som, Amor e Curtição", com Antônio Marcos.

No inicio de 1970, (saindo do movimento Jovem Guarda) atuou no teatro ao lado de Jardel Filho com a peça: "Promessas, Promessas" no Teatro Ginástico no Rio, onde ficou durante meses fazendo 150 apresentações. Atuou como estrela principal no filme "Meus Homens, Meus Amores" (década 80) ao lado de John Herbert. Seu grande sucesso foi a música "Joia" feita especialmente para ela por Roberto e Erasmo Carlos (1982).

Nas décadas 60/70 recebeu vários prêmios da televisão brasileira, entre eles: Revelação do Teatro em 1970 - TV Globo, Favorita da Canção (1970) Gato de Ouro - Melhor Cantora (eleita pelo público - 1971), Troféu Cidade Maravilhosa (1969), Melhor Cantora das Crianças (1970), Medalha de Ouro Roquete Pinto, Rainha da TV Tupi (1971 e 1972), Rainha da Guarda Civil, Rainha dos Músicos, "A Favorita da Aeronáutica", A cantora mais bonita do Brasil - Anos 80 (no Chacrinha).

Na TV, foi estrela de grandes musicais da TV Globo e fez participações especiais nas novelas "Ti Ti Ti" e "Cambalacho".[4]

Rosemary também realizou turnês no Brasil e em diferentes partes do mundo, dos Estados Unidos à China. Foi a única cantora brasileira a se apresentar na Casa Branca, durante o governo de Jimmy Carter, que ficou encantado com ela. O mesmo aconteceu com o rei Hassan, de Marrocos, que chegou a lhe pedir que ficasse por tempo indeterminado em seu palácio. Ainda na década de 80, Fez temporadas na França, Inglaterra. Tornando-se assim, uma cantora internacional.

Mangueira e as questões sociais[editar | editar código-fonte]

A cantora também é conhecida por sua paixão pela escola de samba carioca GRES Estação Primeira de Mangueira e foi a primeira estrela a desfilar como destaque no chão de uma escola no carnaval carioca.[carece de fontes?]

Tem encabeçado movimentos importantes como o de tornar lei a filtragem sorológica para acabar com a contaminação nas transfusões de sangue e na criação do Museu Carmem Miranda. Ela também promoveu a campanha "Adote uma família Nordestina", que beneficiou 35 mil famílias, graças ao seu programa na Rádio Atual, que teve como patrono Frei Damião.

Em 2013 compareceu junto com outros artistas nas sessões do Congresso Nacional que discutiram e aprovaram a chamada PEC da música, que desonera a indústria fonográfica brasileira.[5]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Compactos simples
  • 1964 - Lágrimas de tristeza / Ninguém como você
  • 1964 - Meu coração / Dança dos brotos
  • 1964 - Vinte e quatro mil beijos / Que me importa o mundo
  • 1965 - Como pode acontecer / Leva tudo contigo
  • 1965 - Eu que não vivo sem ti / Juro por Deus
  • 1966 - Feitiço de broto / O que tem você
  • 1966 - Que bom seria / Amar e ser amada
  • 1966 - Só não pode me faltar você / Amor de verdade
  • 1967 - Uma tarde no circo / Não te quero mais
  • 1968 - Garota hippie / Menino de rua
  • 1968 - O Barco / Hei de ver
  • 1969 - O mundo encantado das crianças / O que é que eu faço…
  • 1971 - O amor que em mim ficou / Tema de Adão
  • 1972 - Pros filhos do Zé / Noite Clara
  • 1973 - Vem comigo / Janela do mundo
  • 1973 - Quero ser sua / Você não vai dizer adeus
  • 1974 - Vem bem / Uma nova vida
  • 1976 - I love you / Nothing has changed
  • 1977 - Um caso meu… / Meu amor
  • 1978 - Solidão / Sem saber eu fui feliz
  • 1982 - Joia / Emoções diferentes
  • 1983 - Paixão / Ter sido tua, valeu
  • 1985 - Carne e Osso / Bye bye
Compactos duplos
  • 1963 - Eu te seguirei / Broto para amar / Igual a ti…/Sempre aos domingos
  • 1966 - Amar e ser amada/ Juro por Deus/ Que bom seria/ Eu que não vivo sem ti.
  • 1967 - Uma tarde no circo/ Pode acontecer amanhã/ Não amor/ Canção desafinada.
  • 1968 - Músicas do filme "Jovens prá Frente".
  • 1970 - Camisa Listrada/ Ta hi/ Lua Branca/ Corta Jaca.
  • 1974 - Quero ser sua/ Janela do mundo/ Você não vai dizer adeus/ Vem comigo.
  • 1975 - Uma nova vida/ Quando você voltar/ Eu sei de tudo/ A noite do meu bem.
  • 1976 - Hoje de manhã/ Nothing has changed/ I love you/ Eu não quero…eu preciso.
  • 1978 - Cara para e trata as cuca/ Sem saber eu fui feliz/ Solidão/ Abrigo.
LPs e CDs
  • 1964 - Igual a Ti Não Há Ninguém
  • 1967 - Rosemary Feitiço de Broto
  • 1974 - Rosemary Quero Ser Sua
  • 1976 - Rose, Rose Rosemary
  • 1988 - Rosemary Na Trilha dos Amores
  • 1992 - Rosemary Mulher de Caminhoneiro
  • 1993 - Rosemary Jogo Aberto
  • 1996 - Rosemary Espelho
  • 2000 - Popularidade…Rosemary
  • 2002 - Grandes Sucessos de Rosemary

Referências

  1. Rosemary. Musicas.net. Página visitada em 8 de maio de 2013.
  2. Rosemary. Interfilmes.com. Página visitada em 8 de maio de 2013.
  3. Rosemary Une Beauté. jovem-guarda.com. Página visitada em 8 de maio de 2013.
  4. Rosemary - Televisão. Cantorarosemary.com.
  5. Senado aprova PEC que desonera indústria de CDs e DVDs. o globo (24 de setembro de 2013). Página visitada em 24 de setembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]