Rotor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Rotor de um motor Wankel.

Rotor é tudo que gira em torno de seu próprio eixo produzindo movimentos de rotação. Qualquer máquina rotativa, como turbinas, compressores, redutores, entre outros, possuem eixos rotativos apoiados em mancais de deslizamento, rolamento ou magnéticos. Esse conjunto é denominado de Rotor.

Rotor em aviação[editar | editar código-fonte]

Em aviação, o Rotor no Helicóptero é o componente básico da Aeronave destinado a prover a sustentação necessária ao voo. O rotor de um Helicóptero não deve ser confundido com as hélices de um avião. O Rotor incorpora articulações que permitem os movimentos das pás nos eixos para prover a mudança do passo, o batimento e o arrasto. O movimento de mudança de passo é o que permite a mudança do ângulo de ataque das pás para fazer variar a sustentação gerada após a Aeronave sair do chão.

O movimento de batimento é o que permite ao rotor se acomodar a eventuais esforços provocados pelo voo devidos à dissimetria de sustentação durante o voo translacional. Juan de La Cierva foi o primeiro a utilizar esse artifício na construção dos autogiros.

O movimento de avanço e recuo das pás permite a sua acomodação aos esforços devidos ao arrasto aerodinâmico das pás provocados pelo efeito do batimento das pás durante o voo translacional. A combinação dessas articulações permite ao helicóptero se deslocar longitudinalmente sem que o efeito da dissimetria de sustentação provocado pela translação de helicóptero faça-o perder o controle a como acontecia com os primeiros aparelhos.

Num helicóptero convencional o rotor principal provê a sustentação e a translação, enquanto que o rotor de cauda provê o controle antitorque e evita que a fuselagem gire no sentido oposto ao sentido de rotação do rotor principal.

Rotor em máquinas elétricas[editar | editar código-fonte]

O rotor é o componente que gira (rota) em uma máquina elétrica, seja esta um motor ou um gerador elétrico.

Os motores, e as máquinas elétricas em geral, se compõe de duas partes: o rotor e o estator.

O rotor é formado por um eixo que suporta um conjunto de bobinas enroladas sobre um núcleo magnético que pode girar dentro de um campo magnético criado tanto por um imã ou pela passagem por outro conjunto de bobinas, enroladas sobre umas peças polares, que permanecem estáticas e que constituem o que se denomina estator de uma corrente contínua ou alternada, dependendo do tipo de máquina do qual se trate.

Rotor em turbinas hidráulicas[editar | editar código-fonte]

Turbina Francis

Em uma turbina hidráulica o rotor é onde ocorre a conversão da potência hidráulica em potência mecânica no eixo da turbina.

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.