Rua Mariz e Barros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Rua Mariz e Barros é um logradouro no bairro da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro.

Rua Mariz e Barros

História[editar | editar código-fonte]

É uma importante via dos bairros da Tijuca e Praça da Bandeira, interligando a Grande Tijuca à região central do Rio de Janeiro e a Zona Sul (por meio do Túnel Rebouças).

Começa na Praça da Bandeira, terminando na Rua São Francisco Xavier, tendo a Rua Almirante Cochrane como seu prolongamento.

Antiga Rua Nova do Imperador, desde 1840, em 31 de outubro de 1917 teve a sua denominação alterada pelo Decreto n.º 1.165 da Prefeitura do Distrito Federal, em homenagem ao Capitão-Tenente Antônio Carlos de Mariz e Barros, da Marinha do Brasil, Comandante do Encouraçado Tamandaré, morto em combate com os Fortes de Itapiru em 27 de março de 1866.

Sua primitiva extensão começava no antigo Largo do Matadouro (atual Praça da Bandeira) e terminava na Praça Saenz Peña, integrada que era o trecho da atual Rua Almirante Cochrane, cujo desmembramento se deu em 1922. O seu início compreendia o bairro de São Cristóvão, que então incluía a região da Praça da Bandeira, e a Freguesia do Engenho Velho, hoje absorvida pela Tijuca, na região compreendida entre a rua Campos Sales e a rua São Francisco Xavier.

Educação[editar | editar código-fonte]

Ao longo desta situa-se alguns colégios, dentre eles o Instituto Guanabara e o tradicional Instituto de Educação, entre outros cursos e o tradicional Hospital Gafree e Guinle da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, com arquitetura e decoração francesa.

Referência[editar | editar código-fonte]

[1]