Rua Voluntários da Pátria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Voluntarios placa.png
Subprefeitura: Subprefeitura de Santana
Bairro: Santana (maior parte), Vila Santana e Mandaqui.
Início*: Av. Morvan Dias de Figueiredo (Marginal Tietê)
Término*: Av. Santa Inês e Av. Zumkeller
Comprimento: aprox. 4.900 m
Designação anterior: Estrada para Bragança
(*):O início e o término do logradouro geralmente é indicativo, apontando as vias principais.
Voluntarios da Patria rua.jpg
Rua Voluntários da Pátria, no centro de Santana. Ao fundo o centro da cidade.

A rua Voluntários da Pátria é um logradouro do município de São Paulo, Brasil.

Essa rua começa na Marginal Tietê, na zona norte, liga-se a importantes vias de Santana, como Avenida General Ataliba Leonel, Avenida Brás Leme e Rua Conselheiro Moreira de Barros e termina no Mandaqui, passando pela Avenida Engenheiro Caetano Álvares.

História[editar | editar código-fonte]

Até a segunda metade do século XIX, a Voluntários era chamada "Estrada para Bragança".[1] O nome atual da rua é uma homenagem aos "Voluntários da Pátria", soldados brasileiros que lutaram na Guerra da Tríplice Aliança (Guerra do Paraguai).[2]

Características[editar | editar código-fonte]

Descida da rua em direção ao centro de Santana.

A Voluntários da Pátria é uma das ruas mais importantes, movimentadas e conhecidas da zona norte paulistana. Possui grande concentração comercial, principalmente nas proximidades da estação Santana. Ao longo de seus quase 5 quilômetros de extensão, encontram-se um pequeno shopping, a Galeria Santana, lojas, supermercados, agências bancárias, alguns colégios e faculdades, cinco hospitais e vários edifícios comerciais e residenciais. Possui cerca de 600 lojas.[3]

A região baixa da rua, nas proximidades da estação Santana, está relativamente degradada, devido principalmente à presença do comércio ambulante, zonas de meretrício noturnas, inúmeras pichações e grande número de moradores de rua.

Trecho final da rua no bairro do Mandaqui, ao fundo o Alto de Santana.

O comércio popular, parecido com o da rua Vinte e Cinco de Março, tem se consolidado como polo de um comércio de produtos contrabandeados, pirateados e falsificados. São roupas, mídias, jogos eletrônicos, brinquedos e aparelhos eletrônicos.

No trecho mais alto da rua, passando pela região de Vila Santana no Alto de Santana até as proximidades do Hospital Mandaqui, há predomínio residencial, com muitos edifícios de classe média e média-alta.

Pontos de interesse[editar | editar código-fonte]

Fotos da rua[editar | editar código-fonte]

Predios volunt santana.jpg Voluntarios VilaSantana SP 2.jpg Voluntariosdapatria Mandaqui SP.jpg
Prédios no alto da Voluntários, Alto de Santana Alto da rua, no bairro de Vila Santana, próximo ao Hospital São Camilo Trecho final da rua, no bairro e no distrito do Mandaqui

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Consulta Histórico de Logradouros. Página visitada em 7 de maio de 2009.
  2. Santana - o ponto alto da zona norte. (23 de fevereiro de 2009). Página visitada em 25 de abril de 2009.
  3. O SPTV foi aos diversos centros de comércio popular nos bairros que atraem muita gente nesta época do ano. 11.05.2006. Página visitada em 15 de agosto de 2009.