Rubén Insúa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rubén Insúa
Informações pessoais
Nome completo Rubén Darío Insúa
Data de nasc. 17 de abril de 1961 (53 anos)
Local de nasc. Buenos Aires,  Argentina
Altura 1,75 m
Apelido El Poeta
Informações profissionais
Posição Meio-campo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1978-1986
1986
1986-1989
1989
1990-1992?
1992?-1994
1995-1996
Argentina San Lorenzo
Espanha Las Palmas
Argentina Estudiantes
Argentina Independiente
Equador Barcelona
Colômbia Deportivo Cali
Argentina Quilmes
00203 00(38)
000 00
000 00
000 0000
000 000
0000 000
Seleção nacional
1983 Flag of Argentina.svg Argentina 0006 000(0)
Times que treinou
1997-1999
1999
2001-2003
2003
2005
2007
2007-2008
2009-2010
2010-2011
2011-2012
2012-2013
Equador Barcelona
Argentina Ferro Carril Oeste
Argentina San Lorenzo
Equador Barcelona
Peru Alianza Lima
Bolívia Jorge Wilstermann
Argentina Talleres
Equador Deportivo Quito
Equador Barcelona
Colômbia Deportivo Cali
Equador Deportivo Quito
0000 0000
0000 0000

Rubén Darío Insúa (Buenos Aires, 17 de abril de 1961) é um técnico de futebol e ex-futebolista argentino.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Apelidado "El Poeta", Rubén Insúa iniciou sua carreira em 1978, no San Lorenzo de Almagro, como atacante. Após deixar o clube, em 1986, teve uma rápida passagem pelo UD Las Palmas, da Espanha, retornando à Argentina pouco depois.[1]

Contratado pelo Estudiantes de La Plata logo após retornar da Europa, Insúa permaneceu na equipe até 1989. Nesse mesmo ano transferiu-se para o Independiente, onde conquistaria o Campeonato Argentino de 1988-89.[1]

Em 1991, atuando pelo Barcelona de Guaiaquil, Insúa conquistou o Campeonato Equatoriano e converteu-se em artilheiro da temporada, com dezessete gols.[2] No ano seguinte ainda disputou a Libertadores pelos "canários", sendo o artilheiro do time, com cinco gols. Mais tarde trasferiu-se para o Deportivo Cali, onde disputaria três temporadas do Campeonato Colombiano. Novamente na Argentina, disputou a temporada de 1995-96 pelo Quilmes, encerrando sua carreira em seguida.[1]

Como técnico[editar | editar código-fonte]

Insúa iniciou sua carreira de técnico no Barcelona de Guaiaquil, em 1997. Sob seu comando, a equipe conquistou o Campeonato Equatoriano de 1997 e o vice-campeonato da Libertadores de 1998 (quando foi derrotada pelo Vasco da Gama)[3] .

Em 1999 voltou à Argentina para dirigir o Ferro Carril. No ano seguinte voltou ao Barcelona de Guaiaquil, livrando o time de ser rebaixado para a segunda divisão.[4] Em 2002, substituindo o técnico Manuel Pellegrini à frente do San Lorenzo de Almagro, conquistou a Copa Sul-Americana.[5]

De volta ao Equador, dirigiu o Barcelona de Guaiaquil na conquista do vice-campeonato nacional de 2003, classificando a equipe para a Libertadores de 2004.[6] Durante um curto período, em 2005, foi técnico do Alianza Lima, do Peru, sem resultados satisfatórios.[7] Também teve uma rápida passagem pelo Jorge Wilstermann, da Bolívia, em 2007, antes de ser contratado pelo argentino Talleres de Córdoba[8] , onde permaneceu por apenas quatro meses.[9]

Em 2009 Insúa foi contratado pelo Deportivo Quito[10] , levando o time a conquistar o bicampeonato equatoriano. Entretanto, a má fase da equipe no campeonato de 2010 provocou sua demissão.[11]

Contratado em outubro de 2010 para substituir o compatriota Juan Manuel Llop no comando do Barcelona de Guaiaquil, foi demitido em março de 2011 pelo fraco desempenho do time no campeonato nacional — nona posição após dez rodadas — e, segundo Alfonso Harb, presidente do clube, pela indisciplina de Insúa.[12]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Média de gols[editar | editar código-fonte]

Equipe Partidas Gols Média
Campeonato Argentino 367 74 0,20
Outros campeonatos nacionais 80 30 0,38
Torneios sul-americanos 36 12 0,33
Seleção argentina 6 0 0,00
Total na carreira 489 116 0,24

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Título Clube País Ano
Campeonato Argentino Independiente de Avellaneda  Argentina 1988
Campeonato Equatoriano Barcelona de Guayaquil Equador 1991

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Título Clube País Ano
Campeonato Equatoriano Barcelona de Guayaquil Equador 1997
Copa Sul-Americana San Lorenzo de Almagro  Argentina 2002
Campeonato Equatoriano Deportivo Quito Equador 2009

Referências