Rudolph Snellius

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rudolph Snellius
(1546-1613)
Data de nascimento 5 de Outubro de 1546
Local de nascimento Oudewater, Holanda
Data de falecimento 2 de março de 1613 (66 anos)
Local de falecimento Leiden, Holanda
Ocupação Hebraísta e Matemático

Rudolph Snellius (Rudolph Snel van Royen), (Oudewater, no dia 5 de Outubro de 1546 - Leiden, 2 de março de 1613) foi um hebraísta e matemático holandês que deu aulas na Universidade de Marburg e na Universidade de Leiden. Snellius (o nome é a forma latinizada do seu nome em holandês, Snel ou Snell) teve muita influência em algumas das forças políticas e intelectuais da Era de Ouro da Holanda.

Vida[editar | editar código-fonte]

Proveniente de uma família rica da Holanda enquanto esta estava sob o domínio dos Habsburgos da Espanha, Rudolf Snellius cresceu e foi educado na cidade de Oudewater na Província de Utrecht. Quando adulto foi estudar na Universidade de Colônia tendo Valentin Naboth (1523-1593) como professor e na Universidade de Heidelberg foi aluno de Immanuel Tremellius (1510-1580) e em pouco tempo recebeu o cargo de professor na Universidade de Marburg. Embora fosse treinado na lógica Aristotélica, ele ficou impressionado com a nova lógica de Petrus Ramus, que ele ensinou junto com matemática e as aulas de idioma em seu posto universitário.[1]

Em 1578, ele retornou para Oudewater logo depois de sua devastação por um assédio espanhol durante a Revolta Holandesa. Não muito tempo depois lhe foi oferecido, e ele aceitou, o cargo de professor de Hebraico e de matemática na Universidade de Leiden. Nesse verão ele se casou com Machteld Cornelisdochter, a qual tinha sobrevivido ao massacre de Oudewater. Ela o acompanhou até Leiden, onde ele ensinou até a sua morte em 1613[2] . Snellius foi sepultado na Igreja de Grote em sua cidade natal.

Influência[editar | editar código-fonte]

Ao visitar Utrecht no ano de 1575, ele fez amizade com o jovem Jacobus Arminius (1560-1609), na época um estudante pobre em Oudewater que fez questão de acompanhá-lo a Marburgo para assumir os seus estudos. Arminius, também, teria retornado a Leiden para lecionar, e suas doutrinas teológicas teriam efeito no processo de reforma da Holanda e de outros países[3] . Um outro aluno de Snellius, desta vez em Leiden, foi o garoto prodígio Hugo Grotius, o qual não apenas se envolveria nas lutas políticas em torno de Arminius, mas que posteriormente iria se estabelecer como um teórico político fundamental da baixa idade moderna. O seu filho Willebrord Snellius foi astrônomo e matemático que deu seu nome à Lei de Snell.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Bangs, Carl. Arminius. Nashville: Abingdon Press, 1971, p. 37.
  2. Bangs (1971), pp. 37-38.
  3. Bangs, chapter 2.

Referências Externas[editar | editar código-fonte]

  • Adam, Melchior "Rudolphus Snellius". Vitae Germanorum philosophorum, qui seculo superiori, et quod excurrit, philosophicis ac humanioribus literis clari floruerunt.