Rugby Clube de Santarém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Rugby Clube de Santarém
RugbyClubeSantarémRCS.jpg
Fundação 1995
Sede Santarém
Sítio oficial http://rugbysantarem.net

O Rugby Clube de Santarém, também conhecido pela sigla RCS, é uma equipa de rugby de Santarém, Portugal. Já participou no Campeonato Português de Rugby da 2ª Divisão e também no Campeonato Português de Rugby 1ª Divisão, onde se encontra inserido actualmente.

História[editar | editar código-fonte]

O rugby surgiu em Santarém há várias décadas, muito provavelmente no âmbito universitário da Escola de Regentes Agrícolas (ERAS). Desde essa época a modalidade tem tido um desenvolvimento casual e muito irregular. Apesar da modalidade nunca ter deixado de ser praticada na cidade, a sua projecção tem aumentado ou diminuído consoante o maior ou menor empenho dos seus dirigentes ocasionais.

Tendo começado como uma modalidade integrada na Associação de Estudantes da Escola de Regentes Agrícolas, o rugby escalabitano saltou de clube em clube, formando secções na União Desportiva de Santarém, na Associação Académica de Santarém, no Pára Clube de Santarém, na Associação de Estudantes da Escola Superior Agrária, até que finalmente, em 1995 se assumiu como um clube autónomo, o Rugby Clube de Santarém. Com a fundação do Rugby Clube de Santarém estavam lançadas as bases para um desenvolvimento e crescimento mais sólido, no entanto, a fraca organização, devida, essencialmente, à inexistência de dirigentes, fez com que a modalidade se continuasse a sustentar na persistência de alguns dirigentes.

O símbolo escolhido na altura da fundação do clube, era composto por um touro branco em fundo oval vermelho e azul, sendo substituído pelo actual, que apresenta uma bola a vermelho, formando com o azul e branco, uma cabeça de touro no canto inferior direito. O azul e o vermelho são as cores predominantes na bandeira de Santarém. A casa do RCS localiza-se na antiga Escola Prática de Cavalaria de Santarém, após vários anos nas poucas condições oferecidas pelo Campo Chã das Padeiras, CNEMA.

Tal como nos planos administrativos e organizativos, no plano desportivo, o rugby escalabitano também teve uma evolução muito irregular. Apesar de nunca ter deixado de competir em pelo menos um escalão, a modalidade nunca teve um plano de desenvolvimento sustentado. Assim, os escalões em actividade sempre dependeram de técnicos, de fundos ou de instalações em situação precária, quando existente, e puramente amadora, sendo também a captação de atletas completamente casual. Apesar de tudo, já estiveram em actividade quase todos os escalões possíveis, tendo em algumas épocas, sido envolvidos várias dezenas de atletas e noutras ainda, obtidos bons resultados nos escalões de formação.

Actualidade[editar | editar código-fonte]

O clube divide-se em sete escalões: sub 8/10, sub 12, sub 14, sub 16, sub 18, feminino e séniores.

Os jogadores de sub 8/10 são treinados por George Stilwell, Diogo Stilwell e Pedro Guimarães. Já os sub 12 estão a cargo de Diogo Silva, Rui Santos e Francisco Empis. Quanto aos sub 14, estão ao cargo de Tiago Pessoa e Francisco Montoya, enquanto os sub 16 são treinados pela dupla Gustavo Murteira e Diogo Lopes. Os jogadores do escalão sub 18 treinam-se com Pedro Gonzaga e Joaquim Santos, enquanto o escalão feminino é liderado por Vasco Honório. Os séniores são treinados por membros da equipa, a dupla André Durão e António Dentinho. Refira-se que todos os treinadores de todos os escalões do clube são jogadores dos séniores.

Esta previsto, para esta época, o regresso de velhas lendas do râguebi português ao clube. São eles Francisco "El massas" Lameiras, Bão "Fortuna", Duarte "Gordito" Mendes, Pedro "Bota Pendurada" Baptista, Manuel "El Loco" de Carvalho e "Toñito" Faro.

Na época 2010/2011, o clube chegou à final do Campeonato Português de Rugby da 2ª Divisão, ascendendo ao Campeonato Português de Rugby 1ª Divisão. Na transacta época de 2011/2012, o Rugby Clube de Santarém alcançou o sexto lugar do Campeonato Nacional da Primeira Divisão, acumulando-o com a vitória na Taça Shield de Portugal.