Rugby em cadeira de rodas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Rugby em cadeira de rodas, desporto também chamado de Quad-rugby, é para atletas com deficiência em pelo menos 3 membros (ex:lesão medular, polio) ou 4 membros (ex: amputação).

Criado no Canadá no final da década de 1970, como opção desportiva para pessoas com alto grau de deficiência, que por conta disto não tinham oportunidade em jogos de basquete em cadeira de rodas. Entrou nos Estados Unidos em 1982 e rapidamente se difundiu pelo mundo.

Entrou como desporto de demonstração nos Jogos de Atlanta 1996, é praticado na categoria mista, ou seja, podem jogar ao mesmo tempo jogadores do sexo masculino e feminino. O objectivo do jogo é ultrapassar com a posse da bola entre cones dispostos na linha de fundo do adversário.

Cada jogador recebe uma pontuação de acordo com o grau de deficiência, variando de 0.5 (maior deficiência) a 3.5 pontos (menor deficiência). As equipes são formadas por quatro atletas e não devem ter a soma dos jogadores maior do que oito pontos. Utiliza-se quadras de tamanho oficial de basquete e bolas semelhantes as de volei.

Os jogadores podem usar qualquer tipo de proteção para as mãos; sem nenhum tipo de material que possa ser perigoso para os outros jogadores, tais como materiais duros o ásperos.

A cadeira de rodas deve ter quatro rodas. As duas rodas grandes de atrás que são usadas para mover cadeira de rodas são denominadas rodas principais; as duas rodas pequenas da frente são denominadas rodinhas. (Ver Diagrama A da cadeira de rodas) As rodas principais devem ter um diâmetro de 70 centímetros. Cada roda principal deve estar adaptada com uma tela protetora que protege a área que entra em contacto com outras cadeiras de rodas, e um aro de impulso. Não são permitidas barras ou ganchos ao redor das rodas principais. As rodinhas devem estar em eixos distintos a um mínimo de 20 centímetros entre eles, medindo de centro a centro. O encaixe que sustenta as rodinhas deve estar a não mais de 2.5 centímetros do marco principal da cadeira de rodas, medindo desde borda interior do encaixe até a borda externa do marco principal.

A cadeira de rodas deve estar adaptada com dispositivo antiderrapante junto à parte posterior da mesma. Se a roda do dispositivo anti-tip estiver preso, não pode ser projetada mais atrás que o ponto mais traseiro das rodas principais. Se a roda do dispositivo anti- tip gira, a carcaça que a sustenta não pode estar mais atrás que o ponto mais traseiro das rodas principais. A base da roda do dispositivo anti- tip deve estar a não mais de dois centímetros sobre o piso.

Caso mais, procure nesta fonte onde foi retirado um pouco do texto. http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/rugby-em-cadeira-de-rodas/regras-de-rugby-em-cadeira-de-rodas.php

Associação Brasileira de Rugbi em Cadeira de Rodas[editar | editar código-fonte]

No Brasil, a modalidade é organizada pela Associação Brasileira de Rúgbi em Cadeira de Rodas, que gere competições regionais e nacionais, o fomento do esporte, além das seleções Brasileiras, Adulto e Universitária. O Brasil participou apenas uma vez em um campeonato da modalidade, isso foi durante os Jogos Mundiais em Cadeira de Rodas, realizados na cidade do Rio de Janeiro em Setembro de 2005 pela ABRADECAR – Associação Brasileira de Desporto em Cadeira de Rodas. Infelizmente o país não conseguiu um bom resultado, devido à falta de equipamento de jogo e de conhecimento em todas as áreas do desporto, principalmente na classificação funcional dos jogadores. Com a extinção da entidade mãe, a ABRADECAR, a modalidade ficou sem fomento durante o período após os Jogos.

Tudo sobre a Associação Brasileira de Rugby: http://rugbiabrc.org.br/sobre/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.