Ruta Nacional 3 (Argentina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruta Nacional 3
 Argentina
Mapa de Ruta Nacional 3
Tipo Rodovia Radial
Início Camino de Cintura em San Justo (34° 41′ S 58° 33′ W)[1]
Interseções RN 205 em Cañuelas, RN 226 em Azul,
RN 228 em Tres Arroyos, RN 249 na "paraje Bajo Hondo",
RN 252 em Grünbein, RN 22 Próximo de Argerich,
RN 250 na "paraje Zanjón de Oyuela",
RN A025 a 24 km a leste de San Antonio Oeste,
RN 251 e RN A026 em San Antonio Oeste, RN 23 a 36 km a oeste de San Antonio Oeste, RN A010 em Puerto Madryn, RN 25 em Trelew, RN 26 em Rada Tilly, RN 281 em Jaramillo, RN 288 em Comandante Luis Piedra Buena e RN 40 na "paraje Güer Aike"
Fim Ponte sobre o Rio Lapataia no Parque Nacional Tierra del Fuego
Províncias Buenos Aires, Río Negro, Santa Cruz, Chubut, Terra do Fogo

A Ruta Nacional 3 é uma rodovia redial argentina, que percore o país de norte a sul, desde a província de Buenos Aires até a província da Terra do Fogo. A rodovia inicia na Ruta Provincial 4, e percore 3.074 km até a ponte sobre o Rio Lapatai. O percurso encontra-se asfaltado até o Paso Integración Austral.

A rodivia sofre uma interupção entre os km 2674 e 2696, devido à presênça do Estreito de Magalhães, por isso o acesso entre as províncias de Santa Cruz e Terra do Fuego é efetuado através do Chile, pela Ruta CH-255 e Ruta CH-257 de 57 km ao norte do Estreito e outra pavimentada com trechos de "ripio", de 148 km ao sul do mesmo. A travessia do Estreito de Magalhães realiza-se em 20 minutos por um "ferry" que percorre 4,65 km.[2]

De acordo com o Decreto 1931 de 3 de agosto de 1983 esta rodovia chama-se Comandante Luis Piedrabuena ao sul da RN 22, a partir do km 719.[3]

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ruta Nacional 3 (Argentina)