Ruth Rendell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ruth Rendell
Nacionalidade  Reino Unido
Data de nascimento 17 de Fevereiro de 1930 (84 anos)
Gênero(s) Romancista
Magnum opus From Doon With Death (1964)

Ruth Barbara Rendell, Baronesa Rendell de Babergh[1] , CBE, (n. Londres, 17 de Fevereiro de 1930)[2] , que também escreve sob o pseudónimo Barbara Vine, é uma escritora inglesa de obras de mistério e psicologia criminal, muitas vezes chamada de Rainha do Crime.

Filha de professores, terminou os seus estudos secundários no Loughton County High School, no Essex. Deu então início a uma carreira no jornalismo, desempenhando as funções de repórter e subeditora em diversos periódicos regionais. Em 1950 casou com o colega Don Rendell e, engravidando do seu primeiro e único filho, abandonou o trabalho para se recolher ao lar. Decorreram cerca de dez anos durante os quais Ruth Rendell utilizou os tempos que lhe sobravam das lides domésticas para se experimentar na escrita, tentando vários géneros literários, fixando-se afinal no do romance policial. Assim, publicou o seu primeiro livro em 1964, com o título From Doon With Death. Neste romance, a escritora apresentava o Inspector Reginald Wexford, detective da pequena localidade de Kingsmarkham, personagem que obteve desde o começo grande popularidade. Seguiram-se muitos outros volumes, entre os quais To Fear A Painted Devil (1965), Vanity Dies Hard (1966) e Wolf To The Slaughter (1967).

Durante a década de 80 começou a publicar romances policiais utilizando o pseudónimo Barbara Vine para exprimir uma sua faceta mais psicológica. As obras assim assinadas constituíram um sucesso de vendas bastante significativo.

Escritora prolífica, publicou cerca de meia centena de livros policiais, que a crítica dividiu em três categorias. Uma série dedicada ao Inspector Wexford, de que podem destacar Kissing The Gunner's Daughter (1992) e Road Rage (1997); uma outra à psicologia patológica, marcada sobretudo por obras como A Judgement In Stone (1977) e The Lake Of Darkness (1980); e os romances que assinou como Barbara Vine, de que se podem salientar A Fatal Inversion (1987) e King Solomon's Carpet (1991).

Vencedora de vários prémios literários da especialidade, Ruth Rendell foi nomeada membro vitalício da Câmara dos Lordes do Parlamento britânico, com o título de baronesa.

Obras[editar | editar código-fonte]

Romances[editar | editar código-fonte]

Série Inspector Wexford[editar | editar código-fonte]

  1. From Doon With Death (Noturno para Margareth) (1964)
  2. Wolf to the Slaughter (A hora do Lobo) (1967)
  3. A New Lease of Death (1969)
  4. The Best Man to Die (1969)
  5. A Guilty Thing Surprised (1970)
  6. No More Dying Then (1971)
  7. Murder Being Once Done (1972)
  8. Some Lie And Some Die (1973)
  9. Shake Hands Forever (1975)
  10. A Sleeping Life (1979)
  11. Put on By Cunning (1981)
  12. The Speaker of Mandarin (1983)
  13. An Unkindness of Ravens (1985)
  14. The Veiled One (1988)
  15. Kissing the Gunner's Daughter (1992)
  16. Simisola (1994)
  17. Road Rage (1997)
  18. Harm Done (1999)
  19. The Babes in the Wood (2002)
  20. End in Tears (2005)
  21. Not in the Flesh (2007)
  22. The Monster in the Box (2009)

Obras escritas sob o pseudónimo Barbara Vine[editar | editar código-fonte]

Novelas[editar | editar código-fonte]

Colecções[editar | editar código-fonte]

Colecções (histórias longas)[editar | editar código-fonte]

Não-ficção[editar | editar código-fonte]

  • Ruth Rendell's Suffolk (1989)
  • Undermining the Central Line: giving government back to the people (com Colin Ward, 1989)
  • The Reason Why: An Anthology of the Murderous Mind (1995)

Referências

  1. Baroness Rendell of Babergh (em inglês). Página visitada em 12 de Junho de 2012. Cópia arquivada em 2010-07-28.
  2. Ruth Rendell (em inglês) Encyclopedia of World Biography. Página visitada em 12 de Junho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.