Ruth Rocha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruth Rocha
Nacionalidade  Brasileira
Data de nascimento 2 de março de 1931 (83 anos)
Local de nascimento São Paulo
Ocupação Escritora

Ruth Machado Lousada Rocha (São Paulo, 2 de março de 1931) é uma escritora brasileira de livros infantis.

É membro da Academia Paulista de Letras desde 25 de outubro de 2007,ocupando a cadeira 38.[1] Formou-se em sociologia política e começou a trabalhar como orientadora educacional no Colégio Rio Branco.

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Em 1967, Ruth Rocha começou a escrever artigos sobre educação para várias revistas. Escreveu artigos sobre educação na Revista Cláudia. Em 1976, publicou seu primeiro livro, Palavras Muitas Palavras.

Sua obra mais conhecida é Marcelo, Marmelo, Martelo, que já vendeu mais de um milhão de livros. Hoje, tem mais de 130 títulos publicados, com traduções de 25 idiomas.

Lançou livros no Parlamento Brasileiro e na sede da Organização das Nações Unidas, em Nova Iorque.

Em 2000 gravou para o Canal Futura a série "Quem Conta um Conto". Esta série de animação reproduz o poema épico de Homero. Ruth Rocha comenta as viagens e aventuras de Odisseu após a tomada de Troia até seu regresso à Ítaca na Grécia Antiga.

Homenagens e prêmios[editar | editar código-fonte]

Em 1998 foi condecorada pelo presidente Fernando Henrique Cardoso com a Comenda da Ordem do Mérito Cultural do Ministério da Cultura, além disso, ganhou outros prêmios. Em 2002 foi escolhida como membro do PEN CLUB – Associação Mundial de Escritores no Rio de Janeiro. Nesse mesmo ano, com o seu livro Escrever e Criar, recebeu o prêmio Jabuti.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Filha dos cariocas Álvaro de Faria Machado, médico, e Esther de Sampaio Machado, tem quatro irmãos, Rilda, Álvaro, Eliana e Alexandre.

Principais obras infantis[editar | editar código-fonte]

  • Marcelo, Marmelo, Martelo
  • Ninguém gosta de mim
  • O Reizinho Mandão
  • Sapo ViraReiViraSapo, ou a volta do Reizinho Mandão
  • Catapimba
  • Meus Lápis de Cor são só Meus
  • Meu Irmãozinho me Atrapalha
  • A Menina que não Era Maluquinha
  • O Menino que Quase Virou Cachorro
  • Borba, o Gato
  • Escolinha do Mar
  • Faz Muito Tempo
  • O Que os Olhos Não Vêem
  • Procurando Firme
  • Gabriela e a Titia
  • Pra Vencer Certas Pessoas
  • Historinhas Malcriadas
  • A Arca de Noé
  • As Coisas que a Gente Fala
  • Bom Dia, Todas as Cores!
  • Como se Fosse Dinheiro
  • Davi Ataca Outra Vez
  • Este Admirável Mundo Louco
  • Faca Sem Ponta Galinha Sem Pé
  • Romeu e Julieta
  • Lindas Crianças
  • O amigo do rei
  • O menino que aprendeu a ver
Precedido por
Ricardo Azevedo
Prêmio Jabuti - Literatura Infantil
1990
Sucedido por
José Paulo Pais
Precedido por
Graça Lima
Prêmio Jabuti - Ilustração
1993
Sucedido por
Tatiana Belinky / Marcelo Xavier / Ângela Lago / Leo Cunha
Precedido por
Vinicius de Moraes
Prêmio Jabuti - Melhor Produção Editorial (Infantil/Juvenil)
1993
Sucedido por
Amyr Klink / Hélio de Almeida / Bruno de Menezes / Darlene Dalto / Celia Eid
Precedido por
Prêmio Jabuti - Livro do Ano Não-ficção
2002
Sucedido por
João Paulo Capobianco

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.