Ruth de Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruth de Souza
Ruth de Souza, em 2010, entrevistada pela TV Brasil.
Nome completo Ruth Pinto de Souza
Nascimento 12 de maio de 1921 (93 anos)
Rio de Janeiro, RJ
 Brasil
Ocupação Atriz
Outros prêmios
Troféu APCA (1976)

Melhor atriz coadjuvante, por Pureza Proibida
Festival de Gramado (2004)
Melhor atriz, por As Filhas do Vento

IMDb: (inglês)


Ruth Pinto de Souza, nacionalmente conhecida como Ruth de Souza (Rio de Janeiro, 12 de maio de 1921) é uma atriz brasileira.

Biografia[1] [2] [editar | editar código-fonte]

Ruth Pinto de Souza nasceu no Rio de Janeiro em 1921. Até os 9 anos de idade viveu numa fazenda em Minas Gerais. Com a morte do pai, ela e a mãe voltaram a morar no Rio, em uma vila, no bairro de Copacabana.

Interessa-se pelo teatro e, em 1945, ingressa no Teatro Experimental do Negro, grupo liderado por Abdias do Nascimento. Ela abriu caminho para o artista negro no Brasil, tendo sido a primeira atriz negra a subir ao palco do Teatro Municipal do Rio de Janeiro com a peça O Imperador Jones, de Eugênio O'Neill. Em 1959, vive outro momento especial no palco, quando protagoniza Oração para uma Negra, de William Faulkner, com Nydia Lícia e Sérgio Cardoso, no Teatro Bela Vista, em São Paulo.

Recebe bolsa de estudo da Fundação Rockefeller e passa um ano nos Estados Unidos, estudando na Universidade de Harvard e na Academia Nacional do Teatro.

Estreia no cinema em 1948 no filme Terra Violenta, baseado no romance Terras do Sem-Fim, de Jorge Amado. Participa de inúmeras produções, tais como Falta Alguém no Manicômio (1948), Também Somos Irmãos (1950), Ângela (1951) e Terra É Sempre Terra (1952). Em 1953, conquista reconhecimento nacional por sua participação em Sinhá Moça, o que impulsionou sua carreira de atriz cinematográfica.

Na década de 50, participa de radionovelas e começa a atuar nos teleteatros da TV Tupi. Na década seguinte, adquire sucesso na televisão com a telenovela A Deusa Vencida, de Ivani Ribeiro, na TV Excelsior. Em 1968, integra ao elenco da TV Globo onde se torna a primeira atriz negra a protagonizar uma telenovela: A Cabana do Pai Tomás (1969). Até então, participa intensamente da teledramaturgia da emissora, atuando em diversas produções.


Carreira[editar | editar código-fonte]

Na Televisão[3] [editar | editar código-fonte]

Participações

No Cinema [4] [editar | editar código-fonte]

No Teatro[5] [editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]