São Blatmaco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

São Blatmaco, conhecido também como Blathmac, Blaithmaic ou Blaithmale,1 foi um monje irlandês da Idade Média. Naceu na Irlanda por volta de 750. Foi morto e convertido em mártir em Iona, por valta de 825. A sua bibliografia foi escrita por Walafridus Strabo (824-849), abade beneditino de Reichenau, em forma de poema hexâmetro.

De acordo com a Enciclopedia Católica, era filho de uma família nobre e desde jovem mostrou vocação religiosa, incluidno o desejado martírio. O seu nome foi latinizado de Florêncio (cujo acaso, no seu nome, a palavra irlandesa blath significa flor). Em 824 ingrossou na vida religiosa columbanos em Iona e chegou a ser abade, pouco tempo depois, os vikingues invadiram a Irlanda. De manhâ, enquanto celebrava a missa, os saqueadores escandinavos entraram na igreja do mosteiro e mataram todos os monjes. São Blatmaco negou-se a revelar onde se encontrava a sepoltura de São Columba que era o pricipal objectivo dos invasores, e, por isso, esquartejado no altar da igreja.

Seu corpo foi enterrado posteriormente com solenidade no lugar do martírio e, segundo a tradição, através da sua intercessão ocorreram numerosos milagres. A sua morte está descrita nos Annals of Ulster de 825, mas Jean Mabillon refere que foi editada 36 anos antes. A hagiografia feita pelo abade Estrabão encontra-se em Florilegium Insulæ Sanctorum de Messingham.2

Referências

  1. The Books of Saints (em inglés). Ramsgate, Inglaterra: Kessinger Publishing (ed.), 1921. 48 p.
  2. Catholic Encyclopedia (1913)/St. Blathmac [1]
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.