Dinis de Paris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de São Denis)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
São Dinis de Paris
São Dinis 1460/1470
Bispo e Mártir
Nascimento século III em Itália
Morte c. 250 em Montmartre
Veneração por Igreja Católica
Igreja Ortodoxa
Principal templo Basílica de Saint-Denis
Festa litúrgica 9 de outubro
Atribuições mitra, cabeça decapitada
Padroeiro Paris, França, pessoas com hidrofobia, dores de cabeça e possessos
Gloriole.svg Portal dos Santos

São Dinis de Paris (em francês: Saint Denis de Paris) foi um mártir e santo cristão, tendo sido bispo de Paris no século III. Foi martirizado aproximadamente no ano de 250 da nossa era. Segundo a tradição, São Dinis ainda caminhou até sua igreja logo após ser decapitado.

É venerado pela Igreja Católica Romana como Padroeiro de Paris.

O nome de Dinis deriva do nome latino de Dionísio.

É celebrado a 9 de outubro.

História[editar | editar código-fonte]

Foi enviado como missionário a Paris, e depois foi o primeiro bispo de Paris. Notável pregador converteu centenas. Seu sucesso provocou a ira dos pagãos locais e ele foi feito prisioneiro pelo governador romano. Martirizado nas perseguições do imperador Valeriano para renegar sua fé, junto com São Eleutério e São Rústicus que eram seus diáconos. A história diz que após ter sido degolado ele andou segurando sua cabeça por algum tempo em direção a sua igreja.

Seu túmulo tornou-se um local de peregrinação e vários milagres foram creditados a sua intercessão.

Santa Genoveva (Genevieve, padroeira de Paris) construiu uma basílica sobre sua tumba e sua festa foi adicionada ao calendário romano em 1568 pelo papa Pio V, embora ela seja celebrada na França desde 800 d.C. Ele é um dos catorze santos auxiliares.

Foi decapitado no ano de 258 em Montmartre e seu corpo atirado no Sena, mas recuperado e sepultado a noite pelos seus convertidos e devotos. Na arte litúrgica da Igreja pode ele ser mostrado como um bispo carregando sua cabeça, às vezes usando uma mitra e também com uma videira crescendo em seu pescoço. É padroeiro da França e de Paris e no passado era invocado contra a dor de cabeça. Geralmente, é invocada sua intercessão contra a hidrofobia, ira, furor, possessão demoníaca e a raiva (doença).

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um santo, um beato ou um religioso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dinis de Paris