São Dimas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São Dimas
Estátua de São Dimas (1750) em Březnice, República Checa.
Penitente ("O Bom Ladrão")
Nascimento 5 em ?
Morte 33 em Jerusalém
Veneração por Igreja Católica
Festa litúrgica 25 de Março
Gloriole.svg Portal dos Santos

O bom ladrão é um personagem sem nome, no Evangelho de Lucas. Nas tradições posteriores, ele é chamado Dimas ou Rakh.

No Novo Testamento[editar | editar código-fonte]

Na Bíblia o nome do bom ladrão não aparece. Ele expressa a crença de que Jesus "virá no reino de Deus", e ele pede que, nesse dia, Jesus se lembre dele:

«39 Então um dos malfeitores que estavam pendurados, blasfemava dele, dizendo: Não és tu o Cristo? salva-te a ti mesmo e a nós. 40 Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação? 41 E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez. 42 Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino. 43 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.» (Lucas 23:39-43)

A pontuação e tradução de manuscritos antigos variam no versículo 43. A maioria dos manuscritos tem "...te digo; hoje...".[1]

Nos evangelhos apócrifos[editar | editar código-fonte]

Na versão grega do pseudo-epígrafo Evangelho de Nicodemos (apócrifo, do século IV), o nome aparece pela primeira vez. Na versão latina do Evangelho de Nicodemos, também conhecida como Atos de Pilatos, o nome do segundo ladrão também é dado - Gestas. No Evangelho Árabe da Infância de Jesus (apócrifo, do século VI), o bebê Jesus encontra os dois ladrões, Tito e Dumachus, e prevê que, depois de trinta anos eles serão crucificados com ele.[2] Na tradição da Igreja Ortodoxa Russa o nome do bom ladrão é Rakh.

Na tradição católica[editar | editar código-fonte]

A igreja fala pouco de Dimas ou São Dimas, considerado o Bom Ladrão do estado.

Pela tradição cristã, São Dimas é o protetor dos pobres agonizantes, sobretudo daqueles cuja conversão na última hora parece mais difícil. Entregam a São Dimas a proteção das casas e propriedades contra os ladrões. Invocam-no nas causas difíceis, sobretudo nos negócios financeiros, para a conversão e emenda dos bêbados, dos jogadores e ladrões. É protetor dos presos e das penitenciárias, dos carroceiros e condutores de veículos. A Igreja Católica celebra dia 25 de março como dia de São Dimas.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Aos 45 do segundo arrependido/ salvo e perdoado/ é Dimas, o bandido
É loco o bagulho/ Arrepia na hora/ DIMAS, primeiro vida loka da história


  • Caetano Veloso/Gal Costa: No álbum de 2011 intitulado Recanto, composto e produzido por Caetano Veloso e interpretado por Gal Costa, São Dimas é referido no refrão da música "Miami maculelê", junto com outras figuras associadas ao "bom ladrão" como Robin Hood e Charles Anjo 45.

Referências

  1. Nos Evangelhos siríacos Cureton[desambiguação necessária] tem "hoje te digo; estarás comigo no paraíso"
  2. Catholic Encyclopedia Arabic Gospel of the Infancy 23. "And the Lord Jesus answered, and said to His mother: Thirty years hence, O my mother, the Jews will crucify me at Jerusalem, and these two robbers will be raised upon the cross along with me, Titus on my right hand and Dumachus on my left; and after that day Titus shall go before me into Paradise."
  3. Vida Loka - Parte 2 letra Racionais Mc's Letras de Músicas vidaloka-parte2.racionaismcs.letrasdemusicas.com.br. Página visitada em 2009-10-22.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre São Dimas