São Domingos do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São Domingos do Sul
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 8 de dezembro
Fundação 12 de agosto de 1987 (27 anos)
Gentílico são-dominguense
Prefeito(a) Edílio Capoani (PP)
(2009–2012)
Localização
Localização de São Domingos do Sul
Localização de São Domingos do Sul no Rio Grande do Sul
São Domingos do Sul está localizado em: Brasil
São Domingos do Sul
Localização de São Domingos do Sul no Brasil
28° 31' 51" S 51° 53' 16" O28° 31' 51" S 51° 53' 16" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Passo Fundo IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Casca, Paraí, Vanini, São Jorge, Ciríaco
Distância até a capital 250 km
Características geográficas
Área 78,952 km² [2]
População 2 926 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 37,06 hab./km²
Altitude 660 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,812 muito alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 34 404,819 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 11 658,70 IBGE/2008[5]
Página oficial

São Domingos do Sul é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

Localiza-se na micro região do alto do Taquari, na encosta superior do nordeste, com uma área de 82 K m², distante da capital..242 km, acesso pelas rodovias RS129, RS 324 e BR 285, população de 2.926 habitantes conforme censo/2010.

Sua economia esta centrada na extração de basalto; pecuária; agricultura; prestação de serviço; indústria e comércio.

Seu IDH é de 0.812 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000)

Histórico[editar | editar código-fonte]

A história de São Domingos do Sul, inicia por volta do ano de 1894. Quando aqui chegaram os primeiros imigrantes, encontraram morando nestas terras, alguns caboclos. Tudo era mata virgem. Essas primeiras famílias chegaram a pé, trazendo suas bagagens em cargueiros, no lombo de mulas. Começaram a derrubada do mato para a construção de suas casas e para fazer suas primeiras roças.

As primeiras famílias que aqui se instalaram eram de origem alemã e polonesa, como : Pedro Kich, Jacó Poder, Cristiano Mohr e Teodoro Clark, oriundos de São Sebastião do Caí. Alguns não resistiram aos confrontos, que constantemente ocorriam com os caboclos e foram embora. As mentalidades divergiam, pois uns buscavam melhorias com o trabalho e os caboclos, que trabalhavam pouco, apossavam-se dos produtos dos outros.

Por volta de 1894 a 1900, chegaram algumas famílias italianos, procedentes da região de bento Gonçalves, flores da Cunha, Farroupilha, Caxias do Sul, Veranópolis e Antônio Prado. Entre elas encontravam-se: Vicente Lavretti, José Poleto, Modesto Fávero, Angelo Castelani, Gerônimo Busatto, Vergílio Tosatti e José Gatto.

Com a chegada destas famílias italianas, que se uniram com as alemãs e as dos poloneses, conseguiram expulsar os caboclos, os quais, posseiros que eram, partiram para terras mais distantes.

Essa povoação surgiu lentamente, embora as terras fossem muito férteis, ricas em pinheiros e madeira-de-lei.

A firma Bertazzo, dona das terras, loteou as terras e vendia em forma de lotes urbanos rurais, os quais eram chamados de colônias. Cada colônia custava em média 500 mil reais e normalmente cada colono possuía uma ou mais colônias.

Essa primeiras famílias viviam precariamente. As casa eram feitas de estacas roliças, com o coberto de capim e o chão batido. A primeira casa de pedras foi construída por José Poletto, no ano de 1894, a qual, além de residência, servia de bodega e loja comercial.

Alguns anos após, apareceram as famílias de Firmo Contini, Josué Mezzomo, Domingos Brugnera, Ferdinando Cerbaro e João Canalli, com as quais, somando as outras, foi surgindo o primeiro povoado de Barracão, nome que originou-se de um casarão existente na localidade, tido como casa de pasto e pouso dos carreteiros.

Como estas famílias eram católicas e muito devotas a Deus construíram a primeira Capela em 1907, tendo como padroeiro da Capela São Domingos, nome que deu origem posteriormente a São Domingos do Sul.

Por volta de 1910, surgiu o primeiro moinho de milho do Sr. Teodoro Clark o qual serviu a toda a região. A seguir foram se instalando o primeiro moinho de trigo e ferraria, o que foi contribuindo para o crescimento do povoado. Somente em 1916 surgiu a primeira escola, tendo como regente o Sr. Gerônimo Busatto, um dos primeiros comerciantes.

O município é formado por 65% de italianos, 30% de poloneses, 3,5% portugueses e 1,5% alemães.

Tem lá uma casa da pedra construída em 1891 toda de pedra talhada, que é grande ponto de atração turística.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 28º31'51" sul e a uma longitude 51º53'16" oeste, estando a uma altitude de 660 metros.

Possui uma área de 78,95 km², seu bioma é a Mata Atlântica e sua população de acordo com o censo IBGE/2010 é de 2.926 habitantes.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Todos os anos, em janeiro, ocorre na cidade a famosa procissão do Monsenhor João Benvegnú, pároco da cidade, que faleceu no dia 3 de janeiro de 1986. Milhares de pessoas acompanham a procissão, celebrando os milagres concedidos pelo santo pároco. Há alguns anos está em curso um processo de beatificação do Monsenhor João Benvegnú. No município, ao lado da Igreja Matriz, há um jazigo onde o pároco está sepultado, local visitado por milhares de fiéis, que vêm de vários lugares do Brasil em busca de milagres. [carece de fontes?].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Santa Gema

Rio São Domingos

Site oficial[editar | editar código-fonte]

www.saodomingosdosul.rs.gov.br

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 de dezembro de 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.