São Gabriel (Bahia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Praça Largo da Pátria
Município de São Gabriel
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 25 de fevereiro
Fundação 25 de fevereiro de 1985
Gentílico gabrielense
Prefeito(a) Gean Ângela Rocha (PSD)
(2013–2016)
Localização
Localização de São Gabriel
Localização de São Gabriel na Bahia
São Gabriel está localizado em: Brasil
São Gabriel
Localização de São Gabriel no Brasil
11° 13' 44" S 41° 54' 43" O11° 13' 44" S 41° 54' 43" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Centro Norte Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Irecê IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Irecê, João Dourado, Morro do Chapéu, Jussara, Presidente Dutra
Distância até a capital 480 km
Características geográficas
Área 1 199,498 km² [2]
População 19 519 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 16,27 hab./km²
Altitude 692 m
Clima semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,592 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 67 060,806 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 520,25 IBGE/2008[5]
Página oficial

São Gabriel é um município brasileiro do estado da Bahia.

História[editar | editar código-fonte]

Tudo começou quando um dos filhos de um fazendeiro que morava em Lagoa da Canabrava (atual Presidente Dutra) casou-se com Filomena Barreto e por precisarem de terras para cultivar migraram dali no lombo de um jumento, levando apenas alguns mantimentos, cobertores e muita coragem. Depois de dois dias abrindo caminho com facão, avistaram um manancial de água onde hoje é o conhecido Baixão de São Gabriel, formaram às suas margens sua moradia e fizeram aos poucos sua roça. Esta família cresceu e prosperou,pois a terra era fértil. Mais tarde chegou à região outras famílias, como a de João Faceiro, fundador da Fazenda Jurema município de São Gabriel (hoje conhecidos como os ferreiras) e outras mais até formar o município de Irecê e depois a cidade de São Gabriel que tem como lição primeira o amor de um jovem casal. Hoje seus descendentes vivem principalmente da agricultura, plantio de feijão, milho e mamona. A atual prefeita é Gean Ângela Rocha (Gea).

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 11º13'45" sul e a uma longitude 41º54'43" oeste, estando a uma altitude de 692 metros. Sua população estimada em 2014 era de 19.519 habitantes. Possui uma área de 1229,11 km².

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dividida em dois distritos: Sede e Gameleira do Jacaré. São Gabriel conta com dezenas de povoados. Os Bairros da Sede são: Centro, João Durval, Maria Cândida, Ilha, Masambão I, Masambão II, Gabrielzinho e Matinha.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia do município baseia-se principalmente na produção de grãos, como milho, mamona e feijão. Também é um dos principais centros comerciais da Microrregião de Irecê.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O município de São Gabriel, não conta com uma boa estrutura hoteleira. No entanto, divide com os municípios de João Dourado e Morro do Chapéu a Gruta dos Brejões.

A Gruta dos Brejões é uma das mais notáveis do Brasil, com seus 7.750 metros de extensão, que a coloca entre as 15 maiores do país em amplitude.

Sua entrada principal, tem 60 metros de largura e 123 de altura, é a segunda mais alta boca de caverna do país. A caverna oferece opções variadas de atrativos; travertinos, cascatas de pedra, cortinas, colunas, claraboias, salões em diferentes níveis topográficos, estalactites e estalagmites com até 12 metros de altura, galerias, lagos e trechos do Rio Jacaré que submerge no interior da caverna. A luz natural só alcança os primeiros 150 metros e não há qualquer infra-estrutura de apoio num raio de cem quilômetros, portanto é necessário levar lanterna, água e lanche para o tempo de permanência.

Os adeptos de aventuras radicais têm na gruta dos Brejões um cenário perfeito para a prática de rapel - descida em cordas - especialmente na entrada da caverna ou nas claraboias existentes. A partir da segunda claraboia, há uma saída contínua com um canyon, onde os paredões de calcário têm altura acima de 100 metros e são cheios de fendas, trincas e buracos.

Cultura e Festejos[editar | editar código-fonte]

São os principais eventos da cidade o réveillon, as comemorações do aniversário da cidade, os festejos de São João, o Desfile Cívico de 7 de Setembro, Roda de São Gonçalo. O principal evento festivo da cidade é a famosa Cantoria de São Gabriel, realizada entre os meses de junho/julho de cada ano, considerado um dos maiores eventos populares da Bahia.

A Coluna Prestes em São Gabriel[editar | editar código-fonte]

Localizada em meio ao sertão nordestino, São Gabriel, entre vários outros municípios baianos, presenciou uma série de acontecimentos históricos de cunho nacional, como a presença das tropas da Coluna Prestes, conhecidos aqui como revoltosos. O livro A Coluna Prestes na Bahia, de Renato Luís Bandeira, nos conta:(...) No dia 21 de março de 1926, a marcha dos revoltosos prosseguiu em direção ao extremo norte da Chapada Diamantina. Em 23 de março, sestearam na Fazenda Algodão cinco léguas adiante e acamparam na Fazenda Recife mais duas léguas além. Como as chuvas daquele ano foram torrenciais no sertão da Bahia, as estradas e os carreiros encontravam - se inteiramente alagados, propiciando imensos atoleiros em diversos trechos da caatinga.

Mesmo assim, no dia 24, conseguiram chegar à Fazenda Toca depois de uma marcha difícil em meio à lama e percorrendo quatro léguas para, finalmente, a Coluna Prestes chegar ao então povoado de Gabriel, hoje município de São Gabriel, passando próximo dos lugares Bandeira, Besouro e a Fazenda Boa Fé.

A essa altura dos acontecimentos, havia quase um ano que a Coluna Prestes perambulava pelo interior do País. (...)

Em 25 de março, os revoltosos alcançaram o então povoado de Caraíbas, que atualmente é a cidade de Irecê, distante a duas léguas de São Gabriel, passando por entre as fazendas Bom Sossego e Linda Vista. (...)

Além disso, há relatos que comprovam que em meados dos anos 1920, Virgulino Ferreira da Silva (Lampião) e Maria Gomes de Oliveira (Maria Bonita), junto com sua tropa, tenham passado por terras gabrielenses, que na época pertenciam ao município de Irecê. Trasíbulo Queirós Paiva, de 95 anos, em entrevista a Renato Luís Bandeira declarou:

" Atocalhei Lampião em Irecê umas cinco noites por lá, porque ele escreveu uma carta muito malcriada ao José Alencar Sobrinho, que no dia de quinta-feira estava dentro de Irecê e queria um baile muito bem organizado, com moças nuas para dançar, num dia de quinta feira.

(...)Ele passou no Garapa, atocalhei ele cinco noites, eu e nove companheiros com as armas de Manoel Querino."

[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 24 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.