São José da Coroa Grande

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Novembro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de São José da Coroa Grande
"São José"
São José da Coroa Grande - Pernambuco - Brasil.jpg

Bandeira de São José da Coroa Grande
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 11 de abril (51 Anos)
Fundação 1962
Gentílico coroense
Prefeito(a) Elianai Baleia (PDT)
(2013–2016)
Localização
Localização de São José da Coroa Grande
Localização de São José da Coroa Grande em Pernambuco
São José da Coroa Grande está localizado em: Brasil
São José da Coroa Grande
Localização de São José da Coroa Grande no Brasil
08° 53' 52" S 35° 08' 52" O08° 53' 52" S 35° 08' 52" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Mata Pernambucana IBGE/2008[1]
Microrregião Mata Meridional Pernambucana IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Barreiros a norte e oeste, Oceano Atlântico a leste e ao sul Maragogi (AL)
Distância até a capital 114 km
Características geográficas
Área 69,196 km² [2]
População 20 005 hab. estatísticas IBGE/2014[3]
Densidade 289,11 hab./km²
Altitude 2 m
Clima ropical As'
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,608 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 120 117 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 6 383 79 IBGE/2012[5]
Página oficial

São José da Coroa Grande é um município brasileiro do estado de Pernambuco. Está localizado na litoral sul do estado.

História[editar | editar código-fonte]

Margeada por piscinas naturais, a cidade tem sua denominação inspirada nas coroas que emergem nas marés baixas nos bancos de areia entre a beira-mar e os corais.

Em homenagem aos índios caetés, povo nativo da região, o município era chamado Puiraçu, que na língua tupi significa Coroa Grande. Apenas em 31 de dezembro de 1958, com a publicação da Lei 3.340, a cidade passou a ser considerada um Município autônomo, recebendo o nome de São José da Coroa Grande.

O marco inicial do município foi a Matriz de São José, ponto de onde partiu toda sua expansão e que até os dias de hoje atrai a população local e turistas que desfrutam as belezas e histórias da Costa Dourada.

São José da Coroa Grande não é simbolo apenas para o turismo, a cidade conta com profissionais de ponta em diversas áreas, como o Graduando e Pesquisador em Engenharia Agronômica, Marcio Melquiades Silva dos Anjos, que atualmente se encontra na Universidade Federal Rural de Pernambuco no município de Garanhuns.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 08º53'52" sul e a uma longitude 35º08'52" oeste, estando a uma altitude de 2 metros. Sua população estimada em 2010 era de 18 712 habitantes. Possui uma área de 69,2 km².

São José da Coroa Grande é a última cidade pernambucana em direção ao sul, a menor praia e a mais povoada.

É banhada pelo rio Una, pelo riacho Meireles e pelo rio Persinunga.

Distritos[editar | editar código-fonte]

O município de São José da Coroa Grande conta com dois distritos: Várzea do Una e Abreu do Una.

Pontos turísticos[editar | editar código-fonte]

Praia do Gravatá[editar | editar código-fonte]

A praia do Gravatá fica localizada no distrito do Abreu do Una, onde na época ligava Barreiros até a Vila do Gravatá, pela qual o açúcar era transportado da Usina Central Barreiros até o Porto do Gravatá por locomotiva.

O porto era construído de madeira onde ancoravam as barcaças que transportavam açúcar para o Recife e de lá para o Rio de Janeiro.

Igreja de São Benedito[editar | editar código-fonte]

A igreja foi construída pelos holandeses, tendo como padroeiro São Benedito, fica localizada no distrito do Abreu do Una.

Em 1961 foi demolida pelo senhor de engenho conhecido nas redondezas por Otávio e reerguida mais acima uma nova capela em homenagem a São João Batista.

Na localidade existiu uma festa muito popular, que era a festa de reis, pois era tradicional e todos comemoravam muito.

A igreja do Abreu, foi uma capela de engenho, feita pelo dono do engenho na década de 1920.

Museu do Una[editar | editar código-fonte]

O museu fica localizado no distrito de Várzea do Una em São José da Coroa Grande, fundado em 22 de abril de 2000 por Bertrando Bernardino, com o objetivo de servir de abrigo e preservação da cultura regional e meio ambiente. No interior do museu do Una, encontramos o peixe lua, um dos dois exemplares expostos no Brasil, o outro é em São Paulo.

Clube Bola de Ouro[editar | editar código-fonte]

No período de 1942-3, era chamado de gato branco, hoje é de propriedade de sócios da vila, onde a dona Aurita de Barros possui 52% das ações. O clube funcionava como dança para a população local, hoje encontra-se desativado.

Engenho Morim[editar | editar código-fonte]

A propriedade está localizada a cerca de 6 km da PE 060. O Engenho Morim foi fundado no século XVIII, pela Baronesa de Gindahy.

As construções existentes contemplam a casa grande, estábulo, banheiro de carrapaticida, estrumeira, moita e casas de moradores, que conservam as linhas arquitetônicas originais. Também pode-se observar as ruínas da capela, em frente à casa grande. Em 2003 venda de 1029 hectares para Diógenes de Oliveira Paes Barreto e José Lourenço de Oliveira Neto, atuais donos da propriedade.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010.
  3. Estimativa Populacional 2014 Estimativa Populacional 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (agosto de 2014). Visitado em 29 de agosto de 2014.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 01 de outubro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2012 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.